Guia do Investidor
Arte: GDI
Notícias

Vendas de iPhones da Apple disparam 52% na China

Nos siga no Google News

Continua após o anúncio

  • As vendas de smartphones da Apple na China aumentaram 52% em abril em relação ao ano anterior.
  • Este crescimento segue uma melhoria já observada em março, quando as vendas aumentaram 12%.
  • A estratégia agressiva de descontos da Apple, oferecendo até 2.300 yuans em modelos selecionados de iPhone, impulsionou as vendas.
  • Tim Cook, CEO da Apple, prevê um crescimento nas vendas do iPhone, especialmente na China.
  • A Huawei, rival da Apple, recentemente lançou sua nova série de smartphones de última geração.
  • A Huawei ultrapassou a Apple como segundo maior fornecedor de smartphones na China no primeiro trimestre.
  • O mercado de smartphones na China teve um aumento geral de 25,5% em abril, totalizando 22,7 milhões de unidades vendidas.
Leia mais  Novo SUV Chinês: Li Auto lança LI L6

As vendas de smartphones da Apple na China experimentaram um salto impressionante de 52% em abril em comparação com o mesmo período do ano anterior, segundo dados divulgados por uma empresa de pesquisa afiliada ao governo chinês. Este aumento significativo solidifica ainda mais a recuperação da gigante tecnológica americana, após um início de ano desafiador, marcado por uma competição acirrada de rivais locais, como a Huawei, no maior mercado mundial de smartphones.

Embora os números não mencionem explicitamente a Apple, é amplamente reconhecido que ela é a principal fabricante estrangeira de smartphones na China, sugerindo que este aumento nas remessas de marcas estrangeiras pode ser atribuído, em grande parte, ao desempenho da Apple.

Este crescimento expressivo segue-se a uma melhoria já observada em março, quando as vendas da Apple na China aumentaram em 12%, sinalizando uma virada positiva após os dois primeiros meses do ano, durante os quais a empresa enfrentou uma queda de 37% nas vendas.

O aumento nas vendas pode ser atribuído, em parte, a uma estratégia agressiva de descontos adotada pela Apple, que recentemente ofereceu abatimentos de até 2.300 yuans (aproximadamente 318 dólares) em modelos selecionados de iPhone em seu site oficial Tmall na China. Este movimento parece ter ressoado entre os consumidores chineses, resultando em um impulso adicional nas vendas.

Tim Cook, CEO da Apple, previu um crescimento nas vendas do iPhone em vários mercados, incluindo a China, em meio a uma recente queda de 8,1% na receita do segundo trimestre na região da Grande China. Esta redução de preço, que representa o dobro do desconto oferecido em fevereiro, ocorre em um momento em que a Huawei lançou sua nova série de smartphones de última geração, o Pura 70, após o lançamento do Mate 60 em agosto do ano passado.

Leia mais  Por que as ações da Apple caíram tanto? Entenda

A Huawei, que ultrapassou a Apple como segundo maior fornecedor de smartphones na China no primeiro trimestre, continua a fortalecer sua presença no mercado, expandindo suas lojas próprias e adicionando mais distribuidores de varejo. Enquanto isso, a Honor ocupa o primeiro lugar no mercado de smartphones chinês.

Os dados do CAICT também mostram um aumento geral nas vendas de smartphones na China, que cresceram 25,5% em abril, totalizando 22,7 milhões de unidades vendidas. Este cenário dinâmico indica uma competição contínua no mercado de smartphones chinês, com diferentes fabricantes buscando manter ou aumentar sua participação, o que pode resultar em mais opções e preços competitivos para os consumidores.


Nos siga no Google News
Leia mais  O fim das ações chinesas? Bolsas na China enfrentam fortes quedas nesta 5ªF

DICA: Siga o nosso canal do Telegram para receber rapidamente notícias que impactam o mercado.

Leia mais

Ibovespa e Dólar avançam com volatilidade pré-decisão do BC

Rodrigo Mahbub Santana

Conflito China-UE eleva ações da BRF e Marfrig

Rodrigo Mahbub Santana

Nvidia supera Microsoft e Apple em valor de mercado nos EUA

Rodrigo Mahbub Santana

Shein aumenta preços antes da IPO para impulsionar receitas

Rodrigo Mahbub Santana

BC ancora do mercado e IBOV fecha em queda: confira o resumo do dia

Rodrigo Mahbub Santana

Musk desiste de ação contra OpenIA

Rodrigo Mahbub Santana

Deixe seu comentário