Guia do Investidor
viver
Notícias

B3 está de olho! Viver (VIVR3) tenta esclarecer oscilações de preços nas ações

  • A B3 está de olho nas Companhias com maiores oscilações de preço e pede esclarecimentos. Desta vez foi o caso da (VIVR3).
  • Ontem (06), responde ao ofício da B3, porém não dá solução concreta sobre a irregularidade apresentada.
  • Preço das ordinárias Viver (VIVR3) foram cotados abaixo de R$ 1,00, que não é permitido pelo Regulamento para Listagem de Emissores e Admissão à Negociação de Valores Mobiliários e do Manual do Emissor.

Contudo, a B3 pediu esclarecimentos sobre a oscilações de preços das ações da incorporadora VIVR3 referente ao período de 6 de maio de 2022 a 17 de junho de 2022.

Neste ínterim, em esclarecimento formal, publicado na ontem (06), a Viver (VIVR3) informa que está analisando alternativas. Para que, assim, adote as medidas cabíveis.

Desse modo, não apresentou soluções concretas sobre sua estratégia para enquadrar a cotação das ações ordinárias em valor igual ou superior a R$ 1,00.

Desse modo, informa que os procedimentos e cronograma concretos terão divulgação pela Companhia até 21 de dezembro de 2022.

Qual preço da ação no pregão de hoje?

Por fim, vale destacar que o preço das ações Viver (VIVR3), no acumulado de um mês, apresentaram queda de 25,58%. Com preço, hoje, em R$ 0,64.

Leia mais  Aprenda a investir como Warren Buffett
image 62

LULA OU BOLSONARO? Não corra o risco das eleições no : abra sua conta no exterior e proteja seu

Recomendações no seu e-mail

Nossas redes:

Leia mais

Resumo de Resultados 1T22: Iguá Saneamento, Viver, Inter Construtora

Leonardo Bruno

Viver (VIVR3): prejuízo foi menor, mas incorporadora não sai do vermelho no 4T21

Leonardo Bruno

Viver (VIVR3) dá mais informações sobre recuperação judicial

Viver (VIVR3) reverte prejuízo e lucra R$ 2,3 mi no resultado do 3T21

Ações Construtoras: Lista completa de empresas do setor na Bolsa

Victor Rodrigues

Após “encerrar” recuperação judicial, Viver incorporada anuncia novo aumento de capital

Leonardo Bruno

Deixe seu comentário