Guia do Investidor
imagem padrao gdi
Notícias

Viver Incorporadora anuncia aumento de capital

Nos siga no Google News

Continua após o anúncio

O Conselho de Administração da Viver (VIVR3) homologou o aumento de capital social da companhia, segundo aviso aos acionistas divulgado nesta segunda-feira, 19.

Foram subscritas e integralizadas 21.506.752 novas ações ordinárias, nominativas, escriturais e sem valor nominal, no valor total de R$ 15.699.928,96.

Assim, o capital social da companhia aumentou para R$ 2.465.591.973,70, dividido em 164.409.465 ações.

Desse montante total, R$ 257.295,07, ou 352.459 ações a um preço de R$ 0,73, foram movimentados por acionistas que exerceram o direito de preferência.

Outros R$ 6.523,28, ou 8.936 ações a um preço de R$ 0,73, correspondem às sobras subscritas pelos acionistas.

E por fim, R$ 15.436.110,61, ou 21.145.357 de ações a um preço de R$ 0,73, foram integradas por credores, debenturistas e pessoas elegíveis.

Leia mais  B3 está de olho! Viver (VIVR3) tenta esclarecer oscilações de preços nas ações

aumento de capital é uma fonte de financiamento que viabiliza o desenvolvimento de novos projetos dentro de uma companhia.

Essa operação permite que os antigos acionistas continuem como sócios do empreendimento, mas também torna possível que novos sócios entrem no projeto.

A grande vantagem desse processo é que a companhia não precisa recorrer a empréstimos bancários, onde naturalmente é esperada a cobrança de juros.

Como consequência do aumento de capital ora homologado e da subscrição de ações pelo FLF, acionista e credor da Companhia, mediante capitalização de créditos detidos contra a Companhia, perfez-se a quitação no montante de R$ 9,2 milhões, oriundos do aditivo ao Instrumento Particular de Renegociação de Dívidas e Outras Avenças celebrado, em 30 de junho de 2022, entre a Companhia e o FLF, conforme Fato Relevante divulgado ao mercado em 13 de julho de 2022.


Leia mais  Agenda de resultados da semana
Nos siga no Google News

DICA: Siga o nosso canal do Telegram para receber rapidamente notícias que impactam o mercado.

Leia mais

Viver conclui grupamento de ações conforme decisão em assembleia

Leonardo Bruno

Viver (VIVR3) reduz rombo em 42%, mas ainda perde R$ 24 milhões no 4T22

Leonardo Bruno

Viver Incorporadora protocola acordo para quitação de debêntures emitidas no passado, reduzindo 84% do endividamento total

Gabriele de Paula

B3 está de olho! Viver (VIVR3) tenta esclarecer oscilações de preços nas ações

Cristiane Luzio Rodrigues

Resumo de Resultados 1T22: Iguá Saneamento, Viver, Inter Construtora

Leonardo Bruno

Viver (VIVR3): prejuízo foi menor, mas incorporadora não sai do vermelho no 4T21

Leonardo Bruno

Deixe seu comentário