Guia do Investidor
Petrobras shutterstock eDonatas Dabravolskas
Notícias

Conselho do PPI recomenda Petrobras (PETR4) para estudos de desestatização

O Conselho do Programa de Parcerias de (CPPI) aprovou nesta quinta-feira da qualificação da (PETR4) para estudos de avaliação para privatização.

Assim sendo, em um primeiro passo, segundo o secretário especial do Programa de Parcerias de Investimentos (PPI), Bruno Leal, a resolução do órgão recomenda ao presidente da República a qualificação, para que o processo possa caminhar.

Desse modo, se o presidente acatar a recomendação do CPPI, explicou Leal, haverá a edição de um decreto sobre o assunto.

“Aí a Petrobras passará a compor a carteira do PPI”

ressaltou Leal

Assim sendo, no início da semana, o Ministério de Minas e Energia havia pedido ao Ministério da a qualificação da Petrobras no programa, o que resultou na análise do CPPI.

Dessa forma, a privatização da Petrobras, contudo, precisa ter aprovação do Congresso Nacional. Isto é, uma vez que a lei do programa nacional de desestatização, a princípio, veda o processo, explicou Leal.

Segundo ele, ainda não há um prazo para o envio do projeto da Petrobras ao Congresso e não há um horizonte definido para a efetivação da desestatização.

Leia mais  Petrobras (PETR4) não precisará se submeter à lei das licitações,decide STF

Mais detalhes sobre o processo

Assim sendo, questionado sobre o encaminhamento de processo da Petrobras mesmo em um ano eleitoral, o secretário afirmou que a reunião desta quinta-feira mostrou que é possível.

Ademais, ele citou também uma resolução sobre a Pré-sal Petróleo SA (PPSA), que havia tido recomendação de qualificação para o PPI.

“Deu-se um passo para a desestatização dessas , com a recomendação de inclusão dessas duas empresas no PPI. Este é um primeiro passo, aí com muita cautela e com muito zelo serão realizados os estudos”

destacou

Nesse sentido, com a inclusão da Petrobras no PPI, serão iniciados os estudos para a proposição de necessárias à desestatização da .

Dessa forma, tais avaliações serão produzidas por um comitê interministerial a ser instituído entre o Ministério de Minas e Energia e o Ministério da Economia.

Assim sendo, o movimento está em linha com anúncio anterior do ministro de Minas e Energia, Adolfo Sachsida, que disse no início de maio que uma das primeiras medidas à frente do cargo seria a solicitação de estudos sobre a desestatização da Petrobras.

Nossas redes:

Leia mais

Comitê da Petrobras aprova nome de Caio Andrade para presidência

Agência Brasil

STF prorroga prazo para Petrobras (PETR4) prestar informações sobre preço dos combustíveis

Ruan Sousa

Diretoria da Petrobras (PETR4) aprova venda de participação nos campos Golfinho e Camarupim à BW Energy

Ruan Sousa

Com crise interna, é o momento de comprar ações da Petrobras?

Leonardo Bruno

Em dia complicado, ações de Petróleo derretem na bolsa

Leonardo Bruno

Comitê avaliará indicação para presidência da Petrobras (PETR4) na sexta-feira

Ruan Sousa

Deixe seu comentário