Guia do Investidor
imagem padrao gdi
Notícias

Empresas mais lucrativas e que deram prejuízo em 2019 na bolsa

Nos siga no Google News

Continua após o anúncio

No ano de 2019 algumas empresas conseguiram bons resultados, enquanto outras não foram tão bem. Dessa forma, se torna importante conhecer os resultados apresentados por essas companhias no mercado.

Assim, será possível realizar melhores escolhas de ativos que possam vir a render futuramente. Então vamos saber mais sobre o assunto e verificar os números apresentados por todas essas empresas.

As empresas que mais lucraram em 2019

De acordo com o mercado financeiro, as empresas que possuem capital aberto conseguiram um lucro de 7,16%. Enquanto que o setor bancário conseguiu aumento de 21,7%, isso sem descontar o IPCA.

Nesse sentido, algumas empresas conseguiram bons lucros e por isso compõem a lista abaixo:

  • Petrobras (PETR3, PETR4);
  • Itaú (ITUB4);
  • Bradesco (BBDC4);
  • Banco do Brasil (BBAS3);
  • Ambev (ABEV3);
  • Eletrobras (ELET6);
  • BB Seguridade (BBSE3);
  • JBS (JBSS3);
  • Telefônica (VIVT4).
Leia mais  Posição do governo sobre Petrobras é abusiva

De fato, foram inclusos 4 bancos nessa lista e a Petrobras (PETR3, PETR4) obteve o maior lucro entre as empresas. Pois, seu valor foi de R$ 40 bilhões com uma alta que chega aos 55,7% no comparativo a 2018.

Consequentemente o lucro nominal foi o maior já apresentado pela companhia no setor de capital aberto aqui no Brasil.

As empresas que mais tiveram prejuízos em 2019

Já na outra extremidade temos as empresas que não conseguiram bons resultados e a Oi (OIBR3, OIBR4) foi a pior. Pois, perdeu cerca de R$ 9 bilhões e a Vale (VALE3) vem na sequência com R$ 6,6 bilhões.

Confira a lista com as empresas que mais tiveram prejuízos em 2019:

  • Oi (OIBR3, OIBR4);
  • Vale (VALE3);
  • Suzano (SUZB3);
  • Azul (AZUL4);
  • Via Varejo (VVAR3);
  • Embraer (EMBR3);
  • Ceee-D (CEED3);
  • PDG Realt (PDGR3);
  • OSX Brasil (OSXB3);
  • Biosev (BSEV3).

Por certo, todo o lucro das empresas que são de capital aberto foram de R$ 192,3 bilhões. Portanto, algumas companhias conseguiram bons resultados e continuaram forte na bolsa, enquanto que outras amargaram prejuízos.

Leia mais  Banco Central da Argentina limita compra de dólares a $200 mensal

Nos siga no Google News

DICA: Siga o nosso canal do Telegram para receber rapidamente notícias que impactam o mercado.

Leia mais

Ação do Inter está barata, diz Bradesco

Márcia Alves

Gestores estão decepcionados com Brasil

Márcia Alves

Nuback nega ligação com Brasil Paralelo

Márcia Alves

Ibovespa sobe e dólar reage às expectativas do Fed

Rodrigo Mahbub Santana

Nvidia supera Microsoft e Apple em valor de mercado nos EUA

Rodrigo Mahbub Santana

Franquias de alimentação crescem 26,6% no 1º trimestre

Fernando Américo

Deixe seu comentário