Guia do Investidor
Energisa abre vagas para Auxiliar Comercial e Tecnico em Seguranca do Trabalho
Notícias

Energisa (ENGI11) anuncia desativação de unidades termelétricas até 2026

Nos siga no Google News

Continua após o anúncio

A Energisa (ENGI11) anunciou compromissos com relação à sustentabilidade dos seus negócios até 2026. Isto é, que incluem o descomissionamento e a desativação de 171,7 megawatts (MW) provenientes de unidades termelétricas (UTE).

Ou seja, com ampliação do intercâmbio energético e garantia de segurança energética.

Assim sendo, os compromissos incluem ainda a disponibilização de energia elétrica, limpa e acessível a 55 mil unidades consumidoras de áreas remotas da concessão atendidas pela companhia até 2026. Ademais, o aumento da capacidade de potência instalada em energia renovável para 1,7 gigawatts (GW).

Segundo a empresa, os aspectos ambientais, sociais e de governança (ESG) “têm pautado e deverão pautar a atuação da companhia como crescente protagonista da transição energética brasileira”.

Assim, a Energisa diz ainda que os compromissos ESG representam ambições de metas para a administração, elaboradas com base em expectativas racionais.

Por fim, a empresa afirma que o alcance das metas está sujeito a premissas e variáveis. Isto é, como as condições do mercado, o desempenho econômico do país, o desenvolvimento de operações e a capacidade de investimentos da companhia.

Leia mais  Resumo Resultados: Focus Energia, CPFL, Copel e Energisa

Ademais, bem como sua capacidade de executar, de forma bem-sucedida, o plano de expansão, programas de universalização de energia elétrica e outras ações afirmativas.

Energisa (ENGI11) tem queda de 33,5% no lucro no 1º trimestre, para R$ 580,7 milhões

A Energisa (ENGI11) registrou lucro líquido de R$ 580,7 milhões no primeiro trimestre de 2022. Isto é, um recuo de 33,5% em relação ao mesmo trimestre de 2021.

Assim sendo, o lucro líquido recorrente da companhia atingiu R$ 558,4 milhões. Ou seja, um acréscimo de 41,0% (+R$ 162,3 milhões) frente a 1T21.

Desse modo,o lucro antes juros, impostos, depreciação e amortização (Ebitda, na sigla em inglês) ajustado cresceu 32,2% no 1T22. Isto é, totalizando R$ 1,882 bilhão.

Já a margem Ebitda ajustada atingiu 28,9% nos três primeiros meses do ano. Ou seja, alta de 2,8 p.p. frente a margem registrada em 1T21.

Assim, a receita líquida somou R$ 6,514 bilhões entre janeiro e março deste ano, alta de 19,2% na comparação com igual etapa de 2021.

Leia mais  Aneel inicia processo de fiscalização em distribuidoras do Grupo Energisa

Desse modo, as vendas de energia (mercado cativo + TUSD) avançam 2,3% no 1T22 frente ao 1T21. Isto é, atingindo 9.390,4 GWh, superior a variação da média nacional que foi de 0,9%.

Mais detalhes sobre o resultado da empresa

Ademais, o resultado financeiro líquido foi negativo em R$ 563,1 milhões no primeiro trimestre de 2022. Isto é, revertendo ganhos financeiros de R$ 104 milhões na mesma etapa de 2021.

Nesse sentido, os custos e despesas controláveis somaram R$ 772,1 milhões no primeiro trimestre de 2022. Ou seja, um crescimento de 33,2% em relação ao mesmo período de 2021.

Desse modo, os investimentos somaram R$ 1,365 bilhão no primeiro trimestre de 2022. Ou seja, um avanço de 45,8% frente ao investido no primeiro trimestre de 2021.

Assim, a dívida líquida da companhia ficou em R$ 17,223 bilhões no final de março de 2022, uma elevação de 21,1% em relação ao mesmo período de 2021.

O indicador de alavancagem financeira, medido pela dívida líquida/Ebitda ajustado, ficou em 2,4 vezes em março/22, queda de 0,1 vez em relação a dezembro de 2021.

Leia mais  Energisa: Consumo total de energia registra alta de 1,4% no 2º trimestre
Nos siga no Google News

DICA: Siga o nosso canal do Telegram para receber rapidamente notícias que impactam o mercado.

Leia mais

Follow-on de R$ 2 bilhões da Energisa está vindo aí

Leonardo Bruno

Energisa oferece até 75% de desconto nas dívidas dentro do programa Desenrola Brasil

Guia do Investidor

Energisa anuncia 19ª emissão de debêntures

Leonardo Bruno

Aneel inicia processo de fiscalização em distribuidoras do Grupo Energisa

Leonardo Bruno

Energisa (ENGI11) afirma à B3 que não entende disparada em suas ações

Leonardo Bruno

Para financiar reestruturação, Energisa anuncia emissão de debêntures avaliadas em R$ 1,8 bilhão

Leonardo Bruno

Deixe seu comentário