Guia do Investidor
imagem padrao gdi
Recomendações

Esqueça LREN3 e MGLU3: estas são as melhores ações de varejo para o fim dos juros alto

Nos siga no Google News

Continua após o anúncio

O ciclo de juros da economia brasileira vem impactando o desempenho do mercado de ações, em especial para as ações de varejo. Devido ao ciclo de consumo e de investimentos, uma alta taxa de juros reduz o interesse da população com financiamentos e parcelamentos, gerando uma queda geral do consumo de bens. O movimento é rapidamente notado nos balanços das empresas do setor, e afastam ainda mais rápido investidores com pouco apetite por risco.

No entanto, com o Banco Central diariamente pressionado por grandes figuras da economia brasileira, inclusive por declarações contrárias do próprio presidente da república, é improvável que o ciclo de altas nos juros se estenda por mais tempo. Logo, as ações de varejo irão voltar para o radar. Mas qual destas ações manter em sua carteira?

Os grandões estão correndo de LREN3

A Schroder Investment Brasil anunciou recentemente a venda de papéis da Lojas Renner (LREN3), uma das maiores varejistas do país. De acordo com o documento divulgado, a gestora inglesa reduziu sua participação na empresa para 4,791% do total, o equivalente a 46 milhões de papéis.

Em comunicado, a Schroder Investment Brasil deixou claro que a venda teve como objetivo manter as ações em carteiras administradas pelo Grupo Schroders, de forma discricionária, para fins de investimento de seus clientes. Não há, portanto, intenção de alterar a composição do controle ou a estrutura administrativa da Lojas Renner.

Enquanto isso, especialistas do setor já estão considerando as melhores ações do varejo para o segundo semestre de 2023, levando em conta possíveis cortes na taxa de juros no Brasil e o impacto nos resultados das empresas do setor.

Leia mais  Via Varejo vendeu R$ 1,1 bilhão na sexta do Black Friday

Rafael Ragazi, CNPI da Nord Research, destaca que, embora ainda não haja certezas sobre o início do corte de juros em agosto, as ações do varejo podem se beneficiar antecipadamente do ciclo de queda da Selic. No entanto, ele descarta empresas varejistas generalistas, como Magazine Luiza (MGLU3) e Via (VIIA3), que dependem fortemente de variáveis macroeconômicas, como emprego, renda e oferta de crédito.

Imagine-se navegando em alto mar sem uma bússola. Cada onda representa uma decisão financeira, e sem orientação, é fácil se perder nas correntezas do mercado. É aí que entra a consultoria financeira. Como um farol na escuridão, ela oferece direção clara e segura para alcançar suas metas.

É por isso que o Guia do Investidor orgulhosamente lançou o GDI Finance, com a missão de ser o mapa para o seu sucesso financeiro, mas também para navegar junto ao seu lado. Com anos de experiência, nossos consultores são como capitães experientes, guiando-o pelas águas turbulentas da economia.

Desde a navegação para a aposentadoria tranquila até a jornada para aquisição de bens, o GDI Finance foi criado para simplificar sua trajetória. Com estratégias personalizadas e insights precisos, transformamos desafios em oportunidades e sonhos em realidade.

É hora de aprender a navegar tranquilo por águas turbulentas, alcançaremos horizontes que você nunca imaginou possíveis. Conheça a nossa consultoria financeira hoje mesmo.

Ragazi sugere que os investidores foquem em empresas do setor que atuam em segmentos mais resilientes ou que tenham um poder de marca consolidado. Nesse sentido, ele destaca três empresas como as melhores escolhas: Lojas Renner (LREN3), Vivara (VIVA3) e Petz (PETZ3).

Leia mais  Economistas da ANBIMA projetam fim do ciclo de alta dos juros, com Selic em 13,75% até o fim de 2022

A Lojas Renner é considerada a melhor varejista de moda do país, e a empresa recentemente apresentou metas ambiciosas para os próximos anos, como o aumento do número de clientes ativos e melhorias na logística de entrega. As ações da LREN3 são vistas como uma excelente oportunidade de investimento, negociando a múltiplos reduzidos em relação à sua média histórica.

A Vivara, por sua vez, é uma empresa verticalizada do segmento de joias e acessórios, com rentabilidade alta e resiliente ao longo do tempo. A companhia possui um plano de expansão orgânico sólido e continua a ganhar participação de mercado mesmo em cenários adversos. A VIVA3 também negocia com múltiplos abaixo de sua média histórica, o que a torna uma ação atrativa para investidores.

Por fim, a Petz, após um período desafiador em 2022, está em um novo momento, buscando retomar sua rentabilidade e continuando seu crescimento acelerado no mercado de produtos para pets. A empresa tem como objetivo ser a principal consolidadora do setor e vem apresentando resultados positivos, surpreendendo o mercado e ganhando margens. As ações da PETZ3 também estão sendo negociadas com desconto em relação à sua média histórica, o que indica um bom momento para compra.

Leia mais  Magalu contrata auditoria externa para não dar "uma de Americanas"

Dessa forma, mesmo com a venda de ações da Lojas Renner pela Schroder Investment Brasil, as perspectivas para o setor de varejo continuam positivas, com análises indicando oportunidades de investimento em empresas com potencial de crescimento e ganho de participação de mercado, como Lojas Renner, Vivara e Petz. Os investidores devem estar atentos às movimentações do mercado e aos resultados das empresas para tomar decisões informadas sobre seus investimentos.


Nos siga no Google News

DICA: Siga o nosso canal do Telegram para receber rapidamente notícias que impactam o mercado.

Leia mais

Ibovespa encerra em alta de 0,15% após seis dias de queda

Rodrigo Mahbub Santana

Magazine Luiza: Ações caem bruscamente após grupamento

Paola Rocha Schwartz

Renner registra queda de 11% em duas sessões consecutivas

Paola Rocha Schwartz

Ibovespa fecha em baixa de 1,38%

Rodrigo Mahbub Santana

IBOV: Yduqs dispara e Suzano cai em dia volátil no mercado

Rodrigo Mahbub Santana

Mercado brasileiro fecha em queda moderada

Rodrigo Mahbub Santana

Deixe seu comentário