Guia do Investidor
dividendos GDI
Recomendações

Grana Preta: Banco Inter revela melhores ações de Dividendos

Nos siga no Google News

Continua após o anúncio

O Inter Invest confirmou a manutenção de sua carteira recomendada de dividendos para o mês de janeiro, sem realizar alterações. A decisão vem após um ano de forte desempenho, onde a carteira superou significativamente os benchmarks do mercado, como o Índice Dividendos (IDIV) e o Ibovespa.

A Carteira de Dividendos do Inter Invest

A carteira mantida pelo Inter Invest inclui uma seleção de ações de empresas com resultados sólidos e boa geração de caixa, conhecidas por seus dividendos atrativos e a recorrência no pagamento de proventos. As ações que continuam no portfólio são:

  • BB Seguridade (BBSE3)
  • Banco do Brasil (BBAS3)
  • Copel (CPLE6)
  • Caixa Seguridade (CXSE3)
  • Vale (VALE3)
  • Engie Brasil (EGIE3)
  • Transmissão Paulista (TRPL4)
  • Vivo (VIVT3)
  • Taesa (TAEE11)
  • Petrobras (PETR4)

Essas escolhas refletem a confiança do Inter Invest em empresas estabelecidas e respeitadas no mercado brasileiro, abrangendo diversos setores, desde energia e telecomunicações até finanças e seguros.

Desempenho Histórico e Contexto de Mercado

Em dezembro, o Ibovespa alcançou um recorde histórico, impulsionado por um aumento no fluxo de capital, tanto institucional quanto estrangeiro, e um crescente apetite por risco. Essa tendência beneficiou diretamente a carteira do Inter Invest, que fechou o ano com uma alta acumulada de quase 40%, superando o crescimento de 26% do IDIV e 22% do Ibovespa. Somente em dezembro, a carteira registrou um avanço de 7,3%, comparado à alta de 6,9% do IDIV.

Leia mais  Small Caps: confira as ações com maior potencial para Janeiro

Perspectivas para Janeiro e Recomendações de Investimento

A manutenção da carteira para janeiro sinaliza uma visão positiva do Inter Invest para as empresas selecionadas, indicando expectativas de continuidade no bom desempenho. Para os investidores, isso representa uma oportunidade de considerar essas ações para suas próprias carteiras, especialmente para aqueles interessados em dividendos consistentes e crescimento de capital.

Análise Crítica e Estratégica

A escolha de manter a mesma carteira de dividendos é uma estratégia que indica confiança nas escolhas atuais do Inter Invest. No entanto, é crucial para os investidores realizarem suas próprias análises e considerarem a diversificação, observando não apenas o desempenho passado, mas também as projeções futuras e os possíveis riscos.

Conclusão

A decisão do Inter Invest de manter sua carteira de dividendos para janeiro reflete uma estratégia bem-sucedida em 2020 e uma visão otimista para o futuro próximo. Com um histórico de superação de índices importantes, as ações selecionadas oferecem uma combinação atraente de potencial de crescimento e rendimentos de dividendos. Para os investidores, é uma oportunidade de alinhar suas carteiras com uma seleção cuidadosa de ações, mantendo sempre em mente a importância da análise individual e da diversificação.

Leia mais  Procurando por JCP? Compre as ações da Sinqia (SQIA3) hoje

O que são dividendos?

Dividendos são uma parcela do lucro de uma empresa que é distribuída aos seus acionistas. Eles são uma forma de a empresa recompensar os acionistas pelo investimento feito, e são geralmente pagos em dinheiro, mas também podem ser pagos na forma de mais ações da empresa.

A decisão de quanto do lucro será distribuído como dividendos é geralmente tomada pela diretoria da empresa e deve ser aprovada pelos acionistas em uma reunião anual. A outra parte do lucro é geralmente reinvestida na empresa para financiar o crescimento e a expansão.

O valor do dividendo que um acionista recebe depende do número de ações que ele possui. Por exemplo, se uma empresa paga um dividendo de R$1 por ação e você possui 100 ações, você receberá R$100 em dividendos.

Os dividendos são uma forma importante de retorno para os investidores, especialmente para aqueles que investem a longo prazo. Eles podem ser reinvestidos para comprar mais ações ou podem ser usados como uma fonte de renda.

Dividendos e Juros sobre Capital Próprio (JCP) são duas formas que as empresas têm de distribuir parte de seus lucros aos acionistas, mas eles têm diferenças significativas principalmente no aspecto tributário.

Dividendos: São distribuídos a partir do lucro líquido da empresa, após a dedução de todos os impostos. Portanto, os dividendos são isentos de imposto de renda para os acionistas que os recebem, pois a empresa já pagou todos os impostos devidos.

Leia mais  Programa de recompra de ações da Vale aumentam valor dos dividendos

Juros sobre Capital Próprio (JCP): É uma forma alternativa de distribuição de lucros que tem um benefício fiscal para a empresa. O JCP é tratado como uma despesa operacional para a empresa e, portanto, reduz o lucro tributável da empresa, resultando em menos imposto de renda devido pela empresa. No entanto, ao contrário dos dividendos, o JCP é tributável para os acionistas que o recebem. A alíquota é de 15% e o imposto é retido na fonte.

Nos siga no Google News

DICA: Siga o nosso canal do Telegram para receber rapidamente notícias que impactam o mercado.

Leia mais

Vale (VALE3) está entre as melhores escolhas para dividendos

Márcia Alves

Grendene (GRND3) fará pagamento dividendos e JCP

Márcia Alves

Itaúsa (ITSA4) pagará R$ 5,6 bilhões de dividendos e JCP

Mateus Sousa

Apesar de quedas, Vale segue sendo a “queridinha dos dividendos”

Leonardo Bruno

R$ 1,12 por ação: Itaú divulga dividendos para encher o seu bolso

Leonardo Bruno

Cinco dicas para formar renda passiva com dividendos

Guia do Investidor

Deixe seu comentário