Guia do Investidor
imagem padrao gdi
Notícias

LIBRA: Facebook pode adiar lançamento

Nos siga no Google News

Continua após o anúncio

Desde a divulgação, a companhia tem sofrido uma série de reclamações; uma das preocupações são os crimes contra segurança bancária e lavagem de dinheiro.

De acordo a Reuters, agência britânica de notícias, o Facebook (FBOK34) planeja a interrupção do lançamento de moedas digitais.

Assim o anúncio será feito às autoridades dos Estados Unidos caso os trâmites legislativos não sejam devidamente resolvidos.

A informação parte de David Marcus, no qual controla a demanda de criptomoedas norte americana e o blockchain da empresa, ou seja, armazenamento e rastreamento de transações digitais.

Contudo Marcus espera que a libra não seja enviada como concorrência de moedas superiores ou influencie na política monetária.

“A Associação Libra, que irá administrar a Reserva, não tem intenção de competir com quaisquer moedas soberanas ou entrar na arena da política monetária”. Assim diz o empresário em Comitê Bancário do Senado dos EUA.

Ele comenta ainda que o controle de oferta de moeda no mercado é exclusivo a bancos centrais.

Leia mais  Investimentos em ativos digitais continuam em queda, mesmo com o aumento do preço do Bitcoin

Proteção contra lavagem de dinheiro

O representante do Facebook menciona que a Associação Libra, companhia responsável pelo mercado de criptomoedas da rede, prevê inscrição no departamento de tesouro americano: Financial Crimes Enforcement Network (FinCEN).

Este registro serve como base para auxiliar a lei de sigilos bancários e a proteção contra o crime de lavagem de dinheiro. Assim o departamento de tesouros do país assegura que as criptomoedas lançadas pelo Facebook são fortes alvos de atividades ilegais.

Steve Mnuchin, secretário do Tesouro dos Estados Unidos, afirma que a agência alertou o Facebook para que providências sejam tomadas na tentativa de evitar tais práticas. Ele ainda diz que ignorar o aviso pode provocar a desconfiança do mercado frente os ativos digitais da corporação.

Mnuchin declara que o Tesouro sem sido muito franco com provedores de serviços financeiros digitais e os aconselha a incorporar serviços de proteção contra crimes. E justifica que isso deve acontecer para combater o financiamento de terrorismo, como fazem as instituições tradicionais.

“Estou orgulhoso de que o Facebook tenha iniciado esse esforço aqui nos Estados Unidos”,. Assim diz o secretário.

“Acredito que se os EUA não liderarem a inovação na área de moedas e pagamentos digitais, outros o farão. Se deixarmos de agir poderemos ver em breve uma moeda digital controlada por outros cujos valores dramaticamente diferentes”, encerra.

Leia mais  Nunca aposte contra a América: dólar deve continuar subindo, aponta previsão

Nos siga no Google News

DICA: Siga o nosso canal do Telegram para receber rapidamente notícias que impactam o mercado.

Leia mais

Ibovespa sobe impulsionado por volatilidade nos mercados globais

Rodrigo Mahbub Santana

Entrada de US$ 303 mi em ETFs de Bitcoin: Fidelity e Grayscale lideram impulso

Rodrigo Mahbub Santana

Ações da Petrobras despencam após demissão de Prates

Rodrigo Mahbub Santana

Biden eleva tarifas sobre produtos chineses e novas alíquotas

Paola Rocha Schwartz

China é acusada de fraudar biocombustíveis

Rodrigo Mahbub Santana

Petrobras considera comprar fatia da Braskem

Rodrigo Mahbub Santana

Deixe seu comentário