Guia do Investidor
movida GDI
Notícias

Lucro de R$61,7 mi: Movida (MOVI3) deixa prejuízo no 1T24

Nos siga no Google News

Continua após o anúncio

  • A Movida anunciou seus resultados do 1T24, registrando lucro líquido de R$ 61,7 milhões
  • Este valor de lucro, no entanto, reverte o prejuízo de R$ 61,9 milhões do mesmo período do ano anterior
  • O Ebitda alcançou R$ 1,059 bilhão no 1T24, dessa forma, representando um crescimento de 21% em relação ao 1T23

A Movida (MOVI3), locadora de veículos, registrou um lucro líquido ajustado de R$ 61,7 milhões no primeiro trimestre de 2024 (1T24). Revertendo o prejuízo de R$ 61,9 milhões do mesmo período do ano anterior, conforme anunciado pela empresa na última quarta-feira.

O lucro antes de juros, impostos, depreciação e amortização (Ebitda) alcançou R$ 1,059 bilhão no 1T24, representando um crescimento de 21% em relação ao 1T23.

A margem Ebitda ajustada, ao considerar apenas as receitas de locação, alcançou 68,3% durante o período de janeiro a março, representando um aumento de 4,6 pontos percentuais em comparação com o primeiro trimestre do ano passado.

Leia mais  Eneva registra uma geração total de energia bruta de 1.609GWh

A receita líquida aumentou 11,8% nos primeiros três meses do ano, alcançando R$ 3,021 bilhões.

Durante o trimestre, a empresa registrou uma diária média de R$ 130, representando um aumento de 3,4% em comparação com o mesmo período do ano anterior. Além disso, a taxa de ocupação operacional foi de 80,2%, um aumento de 1,8 ponto percentual em relação ao primeiro trimestre de 2023.

A frota em março totalizava 110.091 unidades, apresentando um crescimento de 11,9% em comparação com o ano anterior.

Movida (MOVI3) pretende aumentar sua receita

Movida (MOVI3) projeta impulsionar o yield médio mensal da diária da frota operacional de RAC para 4,20% ao mês em 2024.

Na última sexta-feira (12), a Movida (MOVI3), uma das maiores companhias de locação de veículos do Brasil, divulgou o seu guidance para 2024.

Para melhorar a sua rentabilidade, a companhia, pretende aumentar o yield médio mensal da diária no segmento de Rent-a-Car (RAC), indo para 4,2% ao mês neste ano de 2024, fazendo com que haja um aumento de R$ 387 milhões de receita ao ano.

Leia mais  Movida (MOVI3) anuncia 11ª Emissão de Debêntures para reforçar Capital

Já no segmento de seminovos, a Movida (MOVI3) pretende aumentar as vendas de veículos no varejo para uma média de 34 carros ao mês por loja, um aumento de 21% frente à média de 2023. De acordo com a companhia, o foco é em maximizar a produtividade no segmento de seminovos e potencializar suas margens praticadas.

A Movida (MOVI3),ainda anunciou que pretende, reduzir o desconto praticado frente à tabela FIPE na venda dos carros seminovos, para 5,50% no varejo e 16,50% no atacado em 2024.

Por fim, a companhia pretende aumentar a previsibilidade e estabilidade dos resultados. E, ainda, impulsionar a rentabilidade consolidada. Principalmente na gestão e terceirização de frotas (GTF).

” Esperamos aumentar a representatividade do segmento para 60,00% do capital investido até o fim de 2024, com prioridade à alocação de recursos neste segmento,” diz a companhia.

Sobre a Movida

A Movida se destaca como uma das maiores companhias de locação de veículos do Brasil em tamanho de frota e receita dentre as companhias do setor no Brasil. Isto, de acordo com informações públicas de mercado fornecidas pela ABLA e por companhias do setor.

Leia mais  Stone supera expectativas no 1º trimestre de 2024

Em dezembro de 2014, por meio de uma reestruturação do SIMPAR, grupo com o mais amplo portfólio de serviços logísticos do país, segundo estudo publicado pelo ILOS, em novembro de 2009, a Companhia consolidou todas as atividades de “rent a car” e de gestão e terceirização de frotas do SIMPAR.

Hoje, no entanto, a companhia é referência no quesito de locação de veículos. E a mais reconhecida pelos consumidores e inovação.


Nos siga no Google News

DICA: Siga o nosso canal do Telegram para receber rapidamente notícias que impactam o mercado.

Leia mais

Americanas anuncia receita de R$ 3,63 bilhões no 1º trimestre

Paola Rocha Schwartz

Cosan anuncia prejuízo de R$ 192,2 milhões no 1º trimestre

Paola Rocha Schwartz

XP registra alta de 29% em seu lucro líquido no 1T24

Márcia Alves

Marfrig (MRFG3) anuncia lucro líquido de R$ 63 milhões no 1T24

Paola Rocha Schwartz

Eneva registra prejuízo de R$ 60,9 mi no 1T24

Márcia Alves

Tupy registra lucro líquido de R$ 112 milhões no 1T24

Márcia Alves

Deixe seu comentário