Guia do Investidor
resultados movida movi3
Notícias

Movida divulgou prejuízo líquido ajustado em R$ 104,5 milhões

Nos siga no Google News

Continua após o anúncio

A Movida (MOVI3) divulgou prejuízo líquido ajustado em R$ 104,5 milhões no 4T23, em contraste com o lucro de R$ 17,8 milhões no ano anterior. No último trimestre de 2023, o lucro antes de juros, impostos, depreciação e amortização atingiu R$ 888,3 milhões, um aumento de 3,5% em comparação com 2022.

A margem EBITDA ajustada também aumentou, chegando a 63,3%, um acréscimo de 1,7 ponto percentual em relação ao mesmo trimestre de 2022. Entretanto, a receita líquida registrou uma queda de 5,1% no mesmo período, totalizando R$ 2,493 bilhões.

Durante o trimestre em análise, a diária média foi de R$ 126,1, o que representa uma redução de 0,9% em relação ao ano anterior. A taxa de ocupação operacional atingiu 82%, registrando um aumento de 5,4 pontos percentuais em comparação com o mesmo trimestre de 2022. Além disso, a taxa de ocupação total foi de 69,3%, refletindo um aumento de 5,6 pontos percentuais. Quanto à frota total de aluguel de carros, ela alcançou 113 mil unidades em 2023, mantendo-se praticamente estável em relação a 2022, com uma alteração estrutural na composição da frota.

Leia mais  Recuperação da Oi está mais próxima com novo acordo

No último trimestre de 2023, o lucro bruto foi de R$ 722,1 milhões, registrando uma queda de 12,1% em relação ao mesmo período de 2022. A margem bruta atingiu 53,9%, diminuindo 13,3 pontos percentuais em comparação com o mesmo período do ano anterior.

No último trimestre de 2023, o resultado financeiro líquido foi negativo em R$ 555,4 milhões. Contudo, refletindo um aumento de 1,5% em comparação com o mesmo período de 2022.

Em dezembro de 2023, a dívida líquida da empresa subiu para R$ 11,989 bi, crescendo 11,1% em relação a 2022. O índice de alavancagem financeira foi de 3,1 vezes.

Movida (MOVI3)

A Movida é uma empresa brasileira especializada em aluguel de veículos, também conhecida como “Movida Rent a Car”. Fundada em 2006, faz parte do Grupo JSL (JSLG3), uma das maiores empresas de logística do Brasil. A rede oferece uma variedade de serviços relacionados à locação de carros, contudo, incluindo aluguel para pessoas físicas e jurídicas, venda de veículos, entre outros.

Leia mais  BRF registra prejuízo de R$ 4 bilhões em 2018

Além disso, a Companhia tem diversificado seus negócios para além do aluguel de carros, incluindo gestão de frotas, soluções de mobilidade urbana e operações relacionadas à venda de veículos seminovos.

Com uma rede de agências e pontos de atendimento em várias cidades do Brasil, a Movida atende tanto a clientes corporativos quanto individuais. Portanto, ao longo dos anos, a empresa vem buscando se firmar como uma das principais no setor de locação de veículos no país, investindo em tecnologia, inovação e expansão de sua infraestrutura.

Screenshot 2024 03 26 14.54.32
Resumo do Mercado – MOVI3 / Movida Participações S.A

Nos siga no Google News

DICA: Siga o nosso canal do Telegram para receber rapidamente notícias que impactam o mercado.

Leia mais  Ia vender? Que tal segurar? Citi eleva Movida (MOVI3) e Localiza (RENT3) de venda para Neutro

Leia mais

JBS alcança lucro bilionário e forte crescimento no 1º trimestre

Rodrigo Mahbub Santana

Raízen: prejuízo líquido de R$ 178 mi no 4º trimestre fiscal 23/24

Paola Rocha Schwartz

Prejuízo consolidado da Natura aumenta 43% no 1º trimestre

Paola Rocha Schwartz

Prejuízo ajustado da Azul cai 55,4% no 1º tri para R$324 milhões

Paola Rocha Schwartz

Dólar dispara com aversão ao risco

Márcia Alves

Ibovespa abriu em queda: confira o resumo do dia

Márcia Alves

Deixe seu comentário