Guia do Investidor
imagem padrao gdi
Notícias

Negativação do nome é o maior obstáculo ao crédito

Nos siga no Google News

Continua após o anúncio

Sondagem apontou que 53% dos entrevistados consideram situação como a principal entrave para obter financiamentos, empréstimos ou fazer compras parceladas.

Um estudo da Associação Nacional dos Bureaus de Crédito (ANBC) identificou que a negativação do nome é percebida como o principal obstáculo ao acesso ao crédito para consumidores brasileiros. A pesquisa apurou que 53% dos participantes enxergam o registro de inadimplência como o maior entrave para obter financiamentos, empréstimos ou realizar compras parceladas.

O levantamento da ANBC destaca que, em meio a um crescimento do número de inadimplentes no Brasil, mais da metade dos entrevistados enfrenta dificuldades creditícias devido a restrições cadastrais. Este cenário é agravado pelo aumento contínuo, pelo terceiro mês seguido, de pessoas com o nome em cadastros de devedores. Em outubro, a quantidade de inadimplentes atingiu 71,95 milhões, um acréscimo de 130 mil indivíduos desde o mês anterior.

Leia mais  Por que é tão difícil o crédito para pequenas empresas?

Elias Sfeir, presidente da ANBC, comenta: “As restrições cadastrais aprimoram a avaliação de crédito, trazendo sustentabilidade, e também é um mecanismo de proteção contra o superendividamento”.

Além das restrições de nome, o estudo também registrou outros fatores que limitam o acesso ao crédito, incluindo baixas notas de crédito (31% dos entrevistados), ausência de comprovação de renda (11%) e falta de vínculo empregatício formal (4%).

A pesquisa da ANBC foi realizada com 1.141 pessoas de diversas regiões do país em junho. Para mais conteúdo e estudos da ANBC, visite: ANBC.

Nos siga no Google News

DICA: Siga o nosso canal do Telegram para receber rapidamente notícias que impactam o mercado.

Leia mais

É MEI e quer financiar um apartamento? Saiba como é possível

Fernando Américo

Bradesco converteu créditos em participação acionária na Enauta 

Paola Rocha Schwartz

Gol (GOLL4) recorre a crédito de R$ 1 bilhão para reparos nas aeronaves

Mateus Sousa

Democratização do Crédito e Inovação Financeira no Brasil

Guia do Investidor

Demanda por crédito caiu 13% em 2023

Guia do Investidor

Será o fim do crédito parcelado sem juros no Brasil?

Guia do Investidor

Deixe seu comentário