Guia do Investidor
resultados 2t23 5
Resultados

Pro-quedas: Profarma (PRFM3) vê lucro desabar 58% no resultado 2T23

Nos siga no Google News

Continua após o anúncio

Resultados Financeiros Demonstram Desafios, mas Receita Bruta e Crescimento no Mercado Farmacêutico se Destacam

A Profarma (PFRM3), empresa atuante no setor farmacêutico e de distribuição, divulgou seus resultados financeiros do segundo trimestre de 2023 (2T23), revelando uma queda no lucro líquido em relação ao mesmo período do ano anterior, quando excluídos os resultados operacionais da venda da Profarma Specialty ocorrida no 2T22.

Lucro Líquido e Ebitda com Quedas Expressivas

De acordo com o relatório financeiro divulgado, a Profarma teve um lucro líquido de R$ 16,6 milhões no 2T23, o que representa uma queda de 58,6% em comparação com o mesmo período do ano anterior, excluindo os resultados operacionais da venda da Profarma Specialty no 2T22.

O lucro líquido atribuído aos acionistas controladores foi de R$ 14,8 milhões no segundo trimestre, apresentando uma redução de 77,6% em relação ao mesmo período de 2022. Enquanto isso, o lucro consolidado foi de R$ 17,7 milhões, uma queda significativa de 75% em relação aos R$ 71,3 milhões registrados no 2T22.

Leia mais  Aumenta número de empresas com regra clara de indicação, avaliação e remuneração de membros do Conselho

O Ebitda, que mede o lucro antes de juros, impostos, depreciação e amortização, teve uma queda de 33,1%, atingindo R$ 80 milhões. A margem Ebitda, que representa o Ebitda sobre a receita, totalizou 3,7%, o que é 2,5 pontos percentuais abaixo do mesmo período de 2022.

Imagine-se navegando em alto mar sem uma bússola. Cada onda representa uma decisão financeira, e sem orientação, é fácil se perder nas correntezas do mercado. É aí que entra a consultoria financeira. Como um farol na escuridão, ela oferece direção clara e segura para alcançar suas metas.

É por isso que o Guia do Investidor orgulhosamente lançou o GDI Finance, com a missão de ser o mapa para o seu sucesso financeiro, mas também para navegar junto ao seu lado. Com anos de experiência, nossos consultores são como capitães experientes, guiando-o pelas águas turbulentas da economia.

Desde a navegação para a aposentadoria tranquila até a jornada para aquisição de bens, o GDI Finance foi criado para simplificar sua trajetória. Com estratégias personalizadas e insights precisos, transformamos desafios em oportunidades e sonhos em realidade.

É hora de aprender a navegar tranquilo por águas turbulentas, alcançaremos horizontes que você nunca imaginou possíveis. Conheça a nossa consultoria financeira hoje mesmo.

Crescimento na Receita Líquida e Receita Bruta

Leia mais  Quais foram as empresas mais lucrativas da Bolsa no 3T?

Apesar das quedas nos indicadores acima mencionados, a receita líquida da Profarma subiu 10,5%, totalizando R$ 2,1 bilhões. A empresa alcançou R$ 2,5 bilhões de receita bruta consolidada, representando um aumento de 11,8% em relação ao mesmo período do ano anterior.

O mercado farmacêutico também apresentou um crescimento notável de 9,1%, incluindo um reajuste médio de preços de 5,5%. Esse reajuste foi menor em 5,4 pontos percentuais em comparação com o mesmo período do ano anterior. A visão acumulada de 12 meses revelou um crescimento médio anual da receita operacional bruta de 16,5%. Na Profarma Distribuição, o crescimento foi de 12,2% no 2T23.

Despesas Operacionais e Endividamento

No entanto, as despesas operacionais totais apresentaram um aumento significativo de 28,9% em relação ao ano anterior, totalizando R$ 256,4 milhões.

A dívida líquida da empresa atingiu R$ 917,5 milhões no trimestre, representando um aumento de 6,5%. A alavancagem, medida pela relação entre dívida líquida e Ebitda, alcançou 3,9 vezes, em comparação com as 3,8 vezes apresentadas um ano antes.

Indicadores Financeiros-Chave (2T23):

Indicador Valor (R$ milhões) Variação (%) 2T22
Lucro Líquido (R$ mi) 16,6 -58,6
Lucro Líquido Atribuído aos Acionistas Controladores (R$ mi) 14,8 -77,6
Lucro Consolidado (R$ mi) 17,7 -75,0
Ebitda (R$ mi) 80 -33,1
Margem Ebitda (%) 3,7 -2,5 p.p.
Receita Líquida (R$ bi) 2,1 +10,5
Receita Bruta Consolidada (R$ bi) 2,5 +11,8
Despesas Operacionais (R$ mi) 256,4 +28,9
Dívida Líquida (R$ mi) 917,5 +6,5
Alavancagem (Dívida Líquida/Ebitda) 3,9x +0,1x

A Profarma enfrentou um trimestre desafiador, com quedas nos indicadores de lucro líquido, Ebitda e margem Ebitda. No entanto, a empresa destaca o crescimento na receita bruta e no mercado farmacêutico. A despesa operacional aumentou, e o endividamento também subiu ligeiramente, refletindo um cenário competitivo e o ambiente econômico em evolução.

Leia mais  EXCO32: Após cisão com Éxito e criação de novas BDRs, ações do Pão de açúcar desabam 23%

Conhece a agenda de resultados? 

Por fim, você quer se organizar para acompanhar as datas dos Resultados do 2T23? Então, não deixe para depois e confira a Agenda de Resultados do Guia do Investidor. No calendário estão reunidas todas as datas da divulgação dos Resultados do 2T23 das empresas listadas na bolsa de valores brasileira. Claro que sempre de formas simples e prática. Dessa forma, basta acessar clicando aqui!


Nos siga no Google News

DICA: Siga o nosso canal do Telegram para receber rapidamente notícias que impactam o mercado.

Leia mais

Incorporação de ações Dexxos é concluída com sucesso

Fernando Américo

Governo Lula propõe aumento dos tributos empresariais

Paola Rocha Schwartz

Employee experience: metodologia pode impactar a empresa

Guia do Investidor

Faturamento de PMEs cresce 10% em maio, segundo IODE-PMEs

Guia do Investidor

Complexidade tributária custa 6% do faturamento da empresas

Guia do Investidor

Vale investe US$ 3,3 bilhões em produção de cobre e níquel

Rodrigo Mahbub Santana

Deixe seu comentário