Guia do Investidor
imagem padrao gdi
Notícias

Dólar recua após leitura menos otimista sobre inflação nos EUA

Nos siga no Google News

Continua após o anúncio

Dólar cede frente ao real devido a perspectivas menos favoráveis sobre inflação nos EUA, gerando incertezas nos mercados.

O dólar reverteu sua trajetória ascendente em relação ao real hoje, devido a um relatório de inflação nos Estados Unidos que atendeu às expectativas, mas desencadeou análises menos otimistas por parte dos especialistas.

Essa mudança nas perspectivas alimentou o otimismo dos investidores sobre uma possível conclusão do ciclo de aperto monetário pelo Fed, resultando em uma suavização da economia. Contudo, apesar do fechamento com um viés negativo, a moeda americana não atingiu seus níveis mínimos do dia.

A inquietação nos mercados no encerramento da sessão foi motivada pela segunda avaliação do índice de preços ao consumidor (CPI) de julho, que indicou que a inflação ainda permanece consideravelmente acima da meta estabelecida pelo Fed, levantando preocupações sobre futuros aumentos, em parte devido à ascensão dos preços do petróleo.

Perspectivas menos otimistas sobre inflação nos EUA levam dólar a recuar frente ao real

O dólar registrou uma reviravolta em sua trajetória ascendente em relação ao real durante o dia de hoje, respondendo às análises menos otimistas que surgiram após a divulgação do índice de preços ao consumidor (CPI) nos Estados Unidos.

Leia mais  Real poderá se valorizar em 2020

Embora o dado de inflação tenha atingido as expectativas projetadas, especialistas apontaram questões preocupantes que contrastaram com o sentimento inicialmente positivo dos investidores.

Imagine-se navegando em alto mar sem uma bússola. Cada onda representa uma decisão financeira, e sem orientação, é fácil se perder nas correntezas do mercado. É aí que entra a consultoria financeira. Como um farol na escuridão, ela oferece direção clara e segura para alcançar suas metas.

É por isso que o Guia do Investidor orgulhosamente lançou o GDI Finance, com a missão de ser o mapa para o seu sucesso financeiro, mas também para navegar junto ao seu lado. Com anos de experiência, nossos consultores são como capitães experientes, guiando-o pelas águas turbulentas da economia.

Desde a navegação para a aposentadoria tranquila até a jornada para aquisição de bens, o GDI Finance foi criado para simplificar sua trajetória. Com estratégias personalizadas e insights precisos, transformamos desafios em oportunidades e sonhos em realidade.

É hora de aprender a navegar tranquilo por águas turbulentas, alcançaremos horizontes que você nunca imaginou possíveis. Conheça a nossa consultoria financeira hoje mesmo.

A reação ao CPI impulsionou a crença de que o Federal Reserve (Fed), o banco central dos EUA, está se aproximando do fim de seu ciclo de aperto monetário, o que por sua vez criou expectativas de um ajuste suave na economia norte-americana.

Contudo, a análise mais aprofundada dos dados revelou que a inflação continua a exceder significativamente a meta de 2% estabelecida pelo Fed. Além disso, os especialistas alertaram para a possibilidade de novos aumentos no médio prazo, devido ao aumento contínuo nos preços do petróleo, o que poderia agravar ainda mais as pressões inflacionárias.

Leia mais  Dólar recua após anúncio de projetos de tributação de fundos

A conjuntura econômica global também adicionou incertezas aos mercados, à medida que preocupações sobre uma potencial recessão global ganharam força após a divulgação de indicadores econômicos desfavoráveis na China. Isso fez com que o clima nos mercados piorasse no final da sessão de negociação.

No fechamento, o dólar apresentou uma queda de 0,47%, sendo cotado a R$ 4,8821 em relação ao real, após oscilar entre R$ 4,8418 e R$ 4,8938. Enquanto isso, os contratos futuros do dólar para setembro tiveram uma retração de 0,40%, estabelecendo-se em R$ 4,9015. No cenário internacional, o índice DXY, que mede o valor do dólar em relação a outras moedas importantes, registrou um aumento de 0,14%, atingindo 102,632 pontos. O euro, por sua vez, teve uma valorização leve de 0,03%, sendo negociado a US$ 1,0978, enquanto a libra esterlina enfrentou uma queda de 0,37%, sendo cotada a US$ 1,2673.

NY sobe levemente após sessão volátil; Ibovespa registra oitava baixa consecutiva

As bolsas de valores de Nova York passaram por uma sessão marcada por oscilações, encerrando com ganhos modestos. O cenário foi moldado também CPI dos Estados Unidos referente a julho, que, como mencionado, apresentou resultados em linha com as previsões, fortalecendo as expectativas de que o Fed poderia estar se aproximando do término de seu ciclo de aperto monetário.

Leia mais  Dólar cai para R$ 4,96 após testar R$ 5, impulsionado por fluxo comercial e otimismo na China

O índice Dow Jones, que acompanha 30 das principais empresas dos EUA, registrou um aumento de 0,15%, atingindo a marca de 35.176,15 pontos. O S&P 500, que engloba uma ampla variedade de empresas, teve um leve crescimento de 0,03%, alcançando 4.468,83 pontos.

Já o índice Nasdaq, conhecido por sua concentração em empresas de tecnologia, experimentou uma alta de 0,12%, encerrando o dia em 13.737,99 pontos.

Nos mercados de títulos do governo dos Estados Unidos, os rendimentos dos Treasuries também apresentaram movimentos ascendentes. Enquanto isso, no Brasil, o Ibovespa, o principal indicador da bolsa de valores, tentou uma recuperação, porém fechou sua oitava sessão consecutiva em terreno negativo. Registrando uma queda de 0,05%, o índice encerrou a jornada com 118.349,60 pontos.

O volume financeiro total das negociações atingiu R$ 23,4 bilhões, demonstrando uma atividade considerável.


Nos siga no Google News

DICA: Siga o nosso canal do Telegram para receber rapidamente notícias que impactam o mercado.

Leia mais

Ibovespa abre em queda e Eletrobras inicia com sinais trocados

Paola Rocha Schwartz

Dólar dispara frente ao Real com impacto de decisões da Petrobras

Guia do Investidor

Dólar recua após Powell e Lagarde manterem expectativas sobre juros

Guia do Investidor

Powell sinaliza cortes de juros e dólar recua

Guia do Investidor

Dólar sobe em dia de incerteza nos EUA e China

Guia do Investidor

Dólar cai; mercado aguarda China, Powell e payroll

Guia do Investidor

Deixe seu comentário