Guia do Investidor
imagem padrao gdi
Notícias

Efeito contrário: Carro “popular” prometido por Lula faz fábricas pararem

Nos siga no Google News

Continua após o anúncio

General Motors interrompe produção do Onix, em São José dos Campos e Gravataí, devido ao baixo desempenho do mercado automobilístico.

A General Motors (GM) anunciou a suspensão da produção do Onix, o carro mais popular do Brasil, por duas semanas. Mesmo com a promessa de medidas governamentais para reduzir os preços dos automóveis, o mercado automobilístico enfrenta um baixo desempenho, o que levou a montadora a interromper temporariamente as linhas de produção em São José dos Campos e Gravataí.

A paralisação ocorrerá entre os dias 12 e 23 de junho em São José dos Campos e entre os dias 12 e 21 em Gravataí. A queda na demanda e a expectativa pelos descontos anunciados pelo governo têm levado os consumidores a adiar a compra de veículos.

Leia mais  Comprar um carro ou alugar por hora/demanda? Veja qual opção mais barata

A General Motors suspende a produção do Onix devido ao fraco desempenho do mercado automotivo

A General Motors (GM) anunciou que suspenderá temporariamente a produção do Onix, o carro de passeio mais popular do Brasil. Essa decisão vem mesmo com a perspectiva de medidas governamentais para reduzir os preços dos veículos.

A montadora informou aos trabalhadores que a paralisação ocorrerá por dez dias nas fábricas de São José dos Campos (SP) e Gravataí (RS). Em São José dos Campos, a produção ficará interrompida entre os dias 12 e 23 de junho, enquanto em Gravataí a parada será entre os dias 12 e 21.

O motivo para a suspensão da produção é o baixo desempenho do mercado automobilístico, que tem sido agravado nas últimas semanas devido à expectativa dos descontos prometidos pelo governo. Embora o governo tenha anunciado cortes nos impostos federais para carros com valor de até R$ 120 mil, o plano passou por revisões e agora pode envolver crédito tributário.

A fábrica da GM em Gravataí, onde o Onix é produzido, será afetada pela paralisação a partir da próxima segunda-feira, 12, e retornará apenas no dia 22. A queda na demanda e a espera pelos descontos têm levado os consumidores a adiar a compra do veículo.

Leia mais  100 dias de Lula: veja os altos e baixos do terceiro mandato do presidente até aqui

Além disso, a fábrica de São José dos Campos também enfrentará a suspensão da produção, afetando não apenas os carros, mas também os motores e parte dos departamentos administrativos. Férias coletivas para os trabalhadores da linha de transmissões também foram programadas entre os dias 19 e 28 de junho.

Estima-se que cerca de três mil unidades da picape S10 e 280 do utilitário esportivo Trailblazer deixarão de ser produzidas durante esse período de paralisação.

A General Motors garantirá remuneração aos funcionários afetados e posteriormente realizará a compensação necessária.


Nos siga no Google News

DICA: Siga o nosso canal do Telegram para receber rapidamente notícias que impactam o mercado.

Leia mais  Alvo de corrupção, Lula quer retomar falida indústria naval brasileira

Leia mais

B3 lançará novo índice que agrega BDRs de empresas brasileiras: confira o resumo do dia

Márcia Alves

Mesmo com arrecadação recorde, governo terá rombo de R$ 29 bi

Márcia Alves

Lula inaugura obras inacabadas e pagas pelo Governo Bolsonaro

Paola Rocha Schwartz

GM supera expectativas, eleva previsões e ação dispara

Paola Rocha Schwartz

Após enxurrada de memes, Lula fala sobre regulação “urgente das redes”

Márcia Alves

Ex-diretor da Petrobras nomeado por Lula é condenado a 98 anos de prisão

Márcia Alves

Deixe seu comentário