Guia do Investidor
ETF de bitcoin
Criptomoedas Notícias

EUA lideram com 83% do mercado de ETFs de Bitcoin à vista

Nos siga no Google News

Continua após o anúncio

EUA dominam o mercado global de ETFs de Bitcoin à vista, representando 83%, aponta relatório do CoinGecko. Saiba mais sobre o cenário global.

Um relatório do CoinGecko revelou que os Estados Unidos têm uma participação significativa de 83% no mercado global de ETFs de Bitcoin à vista, totalizando US$ 34,78 bilhões em ativos. Embora outros países como Canadá e Europa também tenham presença notável, os EUA superam com uma margem considerável. O Canadá, anterior líder do mercado, agora detém 7,4% de participação. A Europa, por sua vez, representa 8,8% do mercado global. O Grayscale Bitcoin Trust (GBTC) é o maior ETF, com US$ 22,83 bilhões em ativos, representando mais da metade do mercado. Esses dados refletem a crescente influência dos EUA no cenário das criptomoedas.

EUA lideram o mercado global de ETFs de Bitcoin, com o Grayscale Bitcoin Trust à frente, revela análise do CoinGecko

De acordo com os últimos dados compilados pelo CoinGecko, os Estados Unidos emergem como o epicentro do mercado global de ETFs (fundos negociados em bolsa) de Bitcoin à vista, consolidando uma impressionante fatia de 83% do mercado. Isso representa um total de US$ 34,78 bilhões em ativos nos 10 ETFs de Bitcoin sediados no país.

Leia mais  Dificuldade de mineração de Bitcoin aumenta 14%, atingindo recorde histórico

Essa liderança americana representa uma mudança significativa no cenário, uma vez que o Canadá anteriormente detinha a maior participação, mas agora é relegado a um segundo lugar com 7,4% do mercado. A Europa também mantém sua relevância, contribuindo com 8,8% do mercado global de ETFs de Bitcoin à vista, com um total de ativos de US$ 3,67 bilhões.

O destaque vai para o Grayscale Bitcoin Trust (GBTC), que não só é o maior ETF Bitcoin à vista, mas também lidera com folga o mercado global, representando impressionantes 54,7% do total. Seus ativos totais atingem US$ 22,83 bilhões, destacando a confiança dos investidores na criptomoeda.

Apesar da dominância atual do GBTC, outros ETFs de Bitcoin também estão ganhando destaque. O iShares Bitcoin Trust (IBIT) registra US$ 5,19 bilhões em ativos, seguido pelo Fidelity Wise Origin Bitcoin Fund (FBTC) com US$ 3,93 bilhões e o Purpose Bitcoin ETF (BTCC) com US$ 1,60 bilhão.

Bitcoin desafia expectativas enquanto outras criptomoedas mostram movimentos mistos

Apesar das pressões vendedoras recentes, o Bitcoin (BTC) conseguiu se manter acima do limiar crítico de US$ 52.000, um sinal de fortaleza em meio a um mercado volátil. Na terça-feira, a criptomoeda experimentou uma leve queda de 0,3%, sendo negociada a US$ 52.212, conforme dados do CoinGecko. No Brasil, a variação foi similar, com uma pequena retração para R$ 259.400.

Leia mais  FTX anuncia recuperação de US$ 5 bilhões em ativos líquidos, mas déficit total ainda não está claro

O cenário para o Bitcoin parece misto. Por um lado, o aumento de 21,52% no volume de negociação sugere um interesse renovado dos investidores. Por outro, o volume ainda é considerado baixo para enfrentar a resistência imediata de US$ 52.800, conforme aponta Fernando Pereira, analista da Bitget. Esta situação sugere que, embora o Bitcoin possa temporariamente superar essa barreira, uma correção no curto prazo é vista como o cenário mais provável.

A performance do Bitcoin contrasta com a de outras criptomoedas do Top 10, que tiveram um dia de resultados mistos. A XRP liderou com uma valorização de 1,8%, enquanto a AVAX viu a maior queda, perdendo 2,4% de seu valor. Solana e BNB também tiveram dias contrastantes, refletindo a diversidade de movimentos dentro do mercado de criptoativos.

Fora do círculo das maiores criptomoedas, a Filecoin (FIL) e a AR se destacaram com ganhos significativos. A FIL viu um impressionante aumento de 15%, impulsionado por um salto de 202,14% em seu volume de negociação. A AR liderou o Top 100 com um aumento de 15,9%, marcando um dia positivo para ambas as criptomoedas.

Leia mais  Nervos Network Projeto | Nervos Network vale a pena? Tudo sobre
Nos siga no Google News

DICA: Siga o nosso canal do Telegram para receber rapidamente notícias que impactam o mercado.

Leia mais

Halving do Bitcoin é a oportunidade de ‘ouro’ em 2024

Fernando Américo

Bitcoin registra queda após ataques do Oriente Médio

Márcia Alves

Os melhores ETFs de Cannabis para 2024

Arthur Piassetta

Investir em Bitcoin é seguro? Vale a pena em 2024?

Arthur Piassetta

ETFs Americanos: melhores e baratos para investir em 2024

Lara Donnola

Especialista: Alta do Bitcoin ainda não começou; previsão de US$ 300.000

Fernando Américo

Deixe seu comentário