Guia do Investidor
imagem padrao gdi
Notícias

Taesa (TAEE11) Aanuncia pagamento de dividendos e JCP

Nos siga no Google News

Continua após o anúncio

A Taesa (TAEE11) revelou recentemente seu compromisso com a remuneração aos acionistas, anunciando o pagamento de expressivos R$ 204,5 milhões em dividendos e juros sobre capital próprio (JCP). Essa movimentação financeira representa não apenas um reconhecimento do desempenho da empresa, mas também uma oportunidade de retorno para os investidores.

Calendário de negociações: ex-dividendos e JCP a partir de 14 de novembro

A partir de 14 de novembro, as ações e units da Taesa entrarão no período de negociação “ex-dividendos e JCP”, marcando uma fase crucial para os investidores que buscam aproveitar os benefícios dessa distribuição. Esse calendário estabelece as bases para a transação de ativos com os proventos já embutidos, influenciando diretamente o valor e a dinâmica do mercado.

A empresa definiu que o valor dos proventos por ação ordinária e preferencial será de R$ 0,19, proporcionando aos detentores dessas categorias uma injeção financeira considerável. Para os investidores que possuem units, o valor por unidade alcançará R$ 0,59, ampliando ainda mais o impacto positivo dessa distribuição.

Leia mais  Taesa (TAEE11) oficializa aprovação de oferta de mais de R$ 1 bilhão em debêntures

Data marcada: pagamento programado para 15 de dezembro

Os acionistas podem marcar o dia 15 de dezembro em seus calendários, pois é a data programada para o efetivo pagamento dos dividendos e JCP. Essa pontualidade no cronograma reflete o comprometimento da empresa em cumprir suas obrigações financeiras com os investidores, consolidando a confiança no relacionamento entre empresa e acionistas.

É fundamental observar que o pagamento será realizado com base na posição acionária de 13 de novembro. Essa data torna-se um fator determinante para os investidores, pois a posse de ações até esse dia garantirá a participação nos proventos anunciados. Acompanhar de perto a movimentação da base acionária é crucial para maximizar os benefícios dessa distribuição.

Perspectivas para os investidores: uma análise estratégica

A distribuição de dividendos e JCP pela Taesa não apenas recompensa os acionistas pelo apoio contínuo, mas também lança luz sobre perspectivas estratégicas. Para os investidores, essa injeção financeira pode representar uma oportunidade para reinvestir no mercado, diversificar portfólios ou mesmo reforçar posições existentes.

Imagine-se navegando em alto mar sem uma bússola. Cada onda representa uma decisão financeira, e sem orientação, é fácil se perder nas correntezas do mercado. É aí que entra a consultoria financeira. Como um farol na escuridão, ela oferece direção clara e segura para alcançar suas metas.

É por isso que o Guia do Investidor orgulhosamente lançou o GDI Finance, com a missão de ser o mapa para o seu sucesso financeiro, mas também para navegar junto ao seu lado. Com anos de experiência, nossos consultores são como capitães experientes, guiando-o pelas águas turbulentas da economia.

Desde a navegação para a aposentadoria tranquila até a jornada para aquisição de bens, o GDI Finance foi criado para simplificar sua trajetória. Com estratégias personalizadas e insights precisos, transformamos desafios em oportunidades e sonhos em realidade.

É hora de aprender a navegar tranquilo por águas turbulentas, alcançaremos horizontes que você nunca imaginou possíveis. Conheça a nossa consultoria financeira hoje mesmo.

Em um cenário econômico dinâmico, a Taesa destaca-se ao priorizar a remuneração de seus acionistas. O anúncio dos dividendos e JCP não apenas fortalece o relacionamento entre a empresa e seus investidores, mas também evidencia a solidez financeira da Taesa.

Leia mais  Lucro da Taesa (TAEE11) derrete 94% no resultado 4T22: o que aconteceu?

Santander distribui R$ 1,5 bi em dividendos e JCP aos acionistas

Nesta sexta-feira (10), o Santander (SANB11) realizará o pagamento de R$ 1,5 bilhão em proventos intercalares aos acionistas, correspondentes ao lucro do terceiro trimestre de 2023. Essa distribuição se dará em forma de dividendos, isentos de Imposto de Renda, e juros sobre capital próprio (JCP), sujeitos à tributação a uma alíquota de 15%.

Os detentores de units do banco receberão aproximadamente R$ 0,10 em dividendos e R$ 0,30 em JCP, totalizando R$ 0,40 por papel. Já as ações ordinárias (SANB3) terão um pagamento de R$ 0,19, enquanto as preferenciais (SANB4) receberão R$ 0,21 por papel.

Critérios para recebimento

Para fazer jus ao pagamento, os investidores precisam ter posse das ações do Santander até a “data com”, que, neste caso, foi o dia 19 de outubro. Essa data serve como o limite para ter um papel na carteira e garantir o direito aos proventos anunciados.

Além do Santander, outras empresas também estão distribuindo proventos aos investidores. A Boa Safra (SOJA3), por exemplo, efetuará o pagamento aos acionistas que mantiveram os papéis em carteira até o dia 30 de outubro. O montante a ser distribuído será de R$ 0,13 por ação em JCP, totalizando R$ 15,5 milhões.

Leia mais  Queda! As ações que podem ir mal no curto prazo

A Metisa (MTSA3;MTSA3) também está na lista de empresas que remunerarão seus investidores neste período. Os acionistas dessa companhia receberão cerca de R$ 0,60 por ação, referentes ao segundo trimestre.

Impacto e significado para os acionistas

A distribuição de proventos pelo Santander representa uma injeção significativa de recursos para os acionistas, proporcionando um retorno financeiro que se diversifica entre dividendos isentos de IR e JCP tributáveis. Então, para os investidores, essa remuneração é um reflexo direto do desempenho positivo do banco no terceiro trimestre de 2023.

Portanto, o pagamento expressivo de R$ 1,5 bilhão em proventos pelo Santander destaca o compromisso da instituição em valorizar seus acionistas. Ao mesmo tempo, evidencia a importância do calendário de proventos, que buscam a valorização de suas ações e uma fonte consistente de retorno financeiro. Este movimento financeiro reforça a relevância estratégica das empresas na consideração de investidores que buscam não apenas ganhos de capital, mas também rendimentos regulares.


Nos siga no Google News

DICA: Siga o nosso canal do Telegram para receber rapidamente notícias que impactam o mercado.

Leia mais

Ibovespa fecha em queda e novo recorde do dólar blue: Confira ao resumo do dia

Rodrigo Mahbub Santana

Taesa obtém licença do Ibama

Márcia Alves

Anulação do leilão de arroz e Ibovespa sobe 0,73%: confira o resumo do dia

Rodrigo Mahbub Santana

Taesa confirma recebimento de LI para o trecho Bateias

Márcia Alves

Taesa recebe licenças para projeto de Tangará

Miguel Gonçalves

Abra os bolsos: Taesa divulga pagamento de R$ 228 mi en dividendos

Leonardo Bruno

Deixe seu comentário