Guia do Investidor
image 69
Imóveis Notícias

Vendas de imóveis sobem 6,2% no primeiro trimestre de 2022, aponta indicador ABRAINC-FIPE

Número de lançamentos de novos empreendimentos registraram alta de 2,2% com 26.973 novas unidades no período

O número de novos imóveis comercializados no Brasil aumentou 6,2% no primeiro trimestre de 2022, quando comparado com o mesmo período de 2021. Ao todo, foram vendidas 36.982 unidades de janeiro a março deste ano. Os referem-se ao levantamento realizado com 18 empresas associadas à (Associação Brasileira de Imobiliárias), em parceria com a FIPE (Fundação Instituto de Pesquisas Econômicas).

Os lançamentos seguiram a mesma direção de alta e cresceram 2,2% no trimestre, chegando a 26.973 novas unidades, ante as 26.380 lançadas do mesmo intervalo de 2021.

Segmentação – Nos três primeiros meses de 2022, os de Médio e Alto Padrão (MAP) seguiram em ampla expansão e cresceram 35,6%, com a chegada de 10.013 unidades no . No mesmo período, os lançamentos do programa Casa Verde e Amarela (CVA) totalizaram 16.960 unidades (-10%).

Em relação às vendas, o MAP registrou um acréscimo de 109% no número de comercializados no 1° trimestre (9.553 unidades). O CVA somou 26.942 unidades vendidas (-9%).

Leia mais  Itaú BBA traça cenários para o setor de techs no Brasil

12 Meses- Considerando os últimos 12 meses, encerrados em março de 2022, o número de unidades lançadas subiu 20,1%, ante o mesmo período de 2021, e totalizou 154.315 novos imóveis. As vendas realizadas entre abril/21 a março/22 também superaram às ocorridas no período anterior em 0,7%, com 145.735 unidades comercializadas.

O presidente da ABRAINC, Luiz França, avalia que as vendas e lançamentos mantiveram um bom comportamento no primeiro trimestre do ano e o segue como um dos protagonistas no processo de da economia brasileira. “O brasileiro vê a compra do como uma forma de proteger parte do da alta inflacionária, assim como obter ganhos reais no longo prazo. Os empreendimentos atraem cada vez mais compradores e investidores, que veem maior interesse neles em relação às aplicações financeiras tradicionais. Isso explica o fato de uma recente Pesquisa de Intenção de Compra feita pela Brain, em parceria com a Abrainc, revelar que 34% dos entrevistados têm a intenção de comprar imóveis nos próximos 12 meses”, finaliza o executivo.

handler 1

Nossas redes:

Leia mais

O que analisar antes de alugar um imóvel na atualidade?

Guia do Investidor

Valores de imóveis em São Paulo continuam a subir, segundo relatório do Imovelweb

Guia do Investidor

Confira cinco dicas para acertar em cheio na compra de um imóvel na planta

Guia do Investidor

Quatro em cada dez moradores da região Nordeste querem comprar imóveis, aponta levantamento ABRAINC-Brain

Guia do Investidor

Lançamentos de imóveis crescem 37% no trimestre, aponta levantamento ABRAINC-Fipe

Guia do Investidor

Imposto de Renda: como reduzir a alíquota ao declarar a venda de um imóvel

Guia do Investidor

Deixe seu comentário