Guia do Investidor
d129f3d4 braskem
Notícias

Braskem Idesa, controlada da Braskem (BRKM5) firma acordo para venda de 50% da Terminal Química Puerto México

A (BRKM5) informou que sua controlada indireta Braskem Idesa (BI) firmou acordos com a Advario B.V. Ou seja, para alienação de participação de 50% do capital social da Terminal Química Puerto México (TQPM).

Isto é, subsidiária da BI responsável pelo desenvolvimento e operação do projeto do terminal de importação de etano no México.

Desse modo, os valores não foram informados.

Segundo a petroquímica, a operação está sujeita às aprovações aplicáveis e, uma vez aprovada, BI e Advario terão, cada uma, 50% do capital social da TQPM.

Nesse sentido, em enviado à CVM, a empresa detalha que a Advario, empresa líder global no setor de armazenamento com sede na Holanda, é especializada em projetar, construir e operar armazenamento e logística para produtos a granel líquido.

Ou seja, incluindo petroquímicos e gases criogênicos, operando atualmente em todo o mundo.

Logo, o terminal de importação de etano da TQPM terá capacidade de 80 mil barris diários de etano. Ou seja, fornecendo condições para que a BI importe toda sua necessidade de matéria-prima.

Leia mais  Rússia x Ucrânia: objetivo de Putin com a guerra é voltar à mesa das grandes potências, analisa professor

Braskem (): lucro da empresa alcança R$ 3,9 bilhões no 1T22

A Braskem (BRKM5) reportou lucro líquido de R$ 3,884 bilhões no primeiro trimestre de 2022. Isso representa um crescimento de 56% em relação ao mesmo trimestre de 2021.

Além disso, o lucro antes juros, impostos, depreciação e amortização (Ebitda, na sigla em inglês) recorrente caiu 30% no 1T22. Ou seja, totalizando R$ 4,845 bilhões.

De acordo com a Braskem, a queda do Ebitda foi em função da normalização dos spreads internacionais de principais químicos. Isto é, PE e PP no , PP nos Estados Unidos e PE no México. Além disso, do menor volume de vendas de resinas no Brasil e PP na Europa; e pela apreciação do real frente ao dólar de 4,4%.

Assim, a receita líquida da Braskem somou R$ 26,731 bilhões entre janeiro e março deste ano. O que representa alta de 18% na comparação com igual etapa de 2021.

Mais sobre balanços da Braskem

Em relação ao resultado financeiro líquido, este foi positivo em R$ 1,247 bilhões no primeiro trimestre de 2022. Ou seja, revertendo perdas financeiras de R$ 3,463 bilhões na mesma etapa de 2021.

Leia mais  Bolsa: Ibovespa cai arrastado por Vale e Petrobras. Cielo, Braskem e Gol disparam

Dessa forma, o lucro bruto da Braskem atingiu a cifra de R$ 5,130 bilhões no primeiro trimestre de 2022. Isto é, uma redução de 29% na comparação com igual etapa de 2021.

Nesse sentido, a margem bruta foi de % no 1T22, alta de p.p. frente a margem do 1T21.

No que se refere as despesas gerais e administrativas, estas somaram R$ 614 milhões no 1T22. Ou seja, um crescimento de 18% em relação ao mesmo período de 2021.

Dessa forma, a geração recorrente de caixa da Braskem no 1T22 foi de R$ 467 milhões. Isto é, explicada, principalmente, pelo Ebitda recorrente no trimestre e pela monetização de créditos de PIS/COFINS no valor de aproximadamente R$ 559 milhões.

Logo, a dívida líquida ajustada da companhia ficou em R$ 4,618 bilhões no final de março de 2022. Ou seja, uma elevação de 68% em relação ao mesmo período de 2021.

Nossas redes:

Leia mais

Braskem divulga preço de resgate de bônus com vencimento em 2023 e 2024

Leonardo Bruno

Braskem (BRKM5) realizará resgates de notes no exterior

Ruan Sousa

Após bater o Ibovespa, Elite aposta nestas 5 ações para voltar a lucrar na semana

Leonardo Bruno

Estas ações são as verdadeiras melhores pagadoras de dividendos da bolsa: Entenda a razão

Leonardo Bruno

Ibovespa sobe colado nos mercados americanos

Leonardo Bruno

Bear Market? Confira as melhores ações para escapar da crise e lucrar hoje

Leonardo Bruno

Deixe seu comentário