Guia do Investidor
Cielo2
Notícias

Cielo (CIEL3) eleva preço da oferta para fechamento de capital

Nos siga no Google News

Continua após o anúncio

A Cielo (CIEL3) anunciou que seus controladores concordaram em aumentar o preço da oferta para o fechamento de capital de R$ 5,35 para R$ 5,60. Assim, contanto que os acionistas minoritários não votem pela realização de um novo laudo de avaliação da empresa.

Novo preço da OPA oferece prêmio de 3,3% sobre cotação de R$ 5,42 do fechamento de segunda-feira (1). O laudo do Bank of America (BOAC34) indicou que o valor da oferta deveria ser de R$ 8,61 por papel, o que contrasta com o preço atual.

Na abertura desta terça-feira (2), as ações da Cielo subiram 0,92% para R$ 5,47, valor inferior à proposta dos controladores para a OPA.

Os acionistas minoritários apoiam a OPA, portanto, com a condição de que o preço por ação seja elevado para R$ 5,60. Esperando que corresponda aos futuros dividendos ou JCP declarados pela companhia até a data do leilão da OPA.

Os acionistas solicitam que a variação acumulada da taxa média diária de juros do CDI até a data de liquidação da OPA ajuste o preço. Além de propor ajustes proporcionais a eventuais grupamentos ou desdobramentos de ações da Cielo.

O grupo solicitou a suspensão da Assembleia especial dessa terça para analisar o novo preço da OPA e alterar os votos à distância, mas a Companhia, contudo, manteve o encontro.

Leia mais  Lucro da Cielo cai 33% e preço-alvo fica em R$ 7

O acordo envolve os controladores, Banco do Brasil (BBAS3) e Bradesco (BBDC4), juntamente com gestoras de recursos, detentoras de cerca de 7% das ações.

A Cielo informou que realizaria uma Assembleia Especial hoje (2) às 10h para votar sobre a demanda de acionistas por um novo laudo de avaliação. Os controladores da empresa, contudo, solicitam a conversão do registro de companhia aberta na CVM, da categoria “A” para “B”, e a saída da empresa do Novo Mercado da B3.

Valores de JCP da Cielo (CIEL3)

A Cielo (CIEL3) anunciou um ajuste no valor por ação dos juros sobre capital próprio (JCP) adicionais devido a mudanças na quantidade de ações em tesouraria. No entanto, a correção elevou o valor de R$ 0,15198153370 para R$ 0,15170499097.

O pagamento dos JCP está agendado para 30 de abril de 2024, sujeito à incidência de imposto de renda. Acionistas registrados até 15 de março terão direito aos proventos, com as ações negociadas ex-JCP a partir da segunda-feira (18). O Bradesco facilita a transação, com crédito automático para acionistas correntistas que tenham fornecido o número de CPF ou CNPJ e informações bancárias atualizadas. Aqueles com dados desatualizados, portanto, devem providenciar a atualização em uma agência bancária.

Leia mais  Gol e Azul voltam a subir graças a investidores "otimistas"; Confira destaques da bolsa

Os respectivos agentes de custódia dos acionistas custodiados na B3 irão receber os JCP, enquanto o JP Morgan fará o pagamento aos detentores de ADRs. Essa decisão, visa cumprir as obrigações da empresa em relação aos programas de remuneração, retenção e incentivo de colaboradores e administradores, garantindo transparência e eficiência no processo.

Apesar do ajuste no valor por ação dos JCP, a Cielo manterá inalterado o montante total a ser distribuído, que é de R$ 410 milhões. A distribuição dos JCP será baseada na posição acionária registrada em 15 de março de 2024. Com as ações negociadas ex-JCP a partir de 18 de março de 2024. Essa divulgação reforça o compromisso da Cielo com a transparência e a clareza nas operações financeiras para seus acionistas.

Em fevereiro, a Cielo (CIEL3) em reunião do conselho de administração, firmou o pagamento de R$ 410 milhões em juros sobre o capital próprio (JCP) adicionais, à conta de reserva de lucros. O valor estimado bruto por ação era de R$ 0,15198153370, conforme informações divulgadas na época.

Leia mais  Stone lucra R$ 172 mi e aumenta 80% de clientes

Nos siga no Google News

DICA: Siga o nosso canal do Telegram para receber rapidamente notícias que impactam o mercado.

Leia mais

Cielo (CIEL3) atualiza valores de JCP

Rodrigo Mahbub Santana

Cielo (CIEL3) suspende fechamento de capital em Bolsa

Mateus Sousa

Cielo: Gestoras propõem OPA em torno de R$ 8 por Ação

Mateus Sousa

Ainda vale a pena comprar Cielo com risco de “fechamento de capital”?

Leonardo Bruno

O fim? BB e Bradesco fazem oferta para “tirar” Cielo (CIEL3) da Bolsa

Leonardo Bruno

Cielo lidera em alta; Magazine Luiza tem queda

Guia do Investidor

Deixe seu comentário