Guia do Investidor
imagem padrao gdi
Notícias

Dólar avança após sinal de powell

Nos siga no Google News

Continua após o anúncio

Dólar sobe com indicação de aumento de juros nos EUA pelo presidente do Fed, Jerome Powell.

Nesta quinta-feira, o mercado financeiro observou um avanço sólido no valor do dólar, em resposta às declarações do presidente do Federal Reserve dos Estados Unidos, Jerome Powell. Powell deixou a porta aberta para a possibilidade de aumentar as taxas de juros nas próximas reuniões de política monetária, surpreendendo os investidores.

No cenário doméstico, o otimismo com a aprovação da reforma tributária no Senado ajudou a moeda a cair pela manhã, mas a recuperação do dólar prevaleceu, encerrando o dia com alta de 0,67% em relação ao real.

Declarações de Powell sobre política monetária dos EUA impulsionam o dólar

O mercado cambial testemunhou movimentos significativos nesta quinta-feira, com o dólar ganhando força em resposta às declarações do presidente do Federal Reserve dos Estados Unidos, Jerome Powell. Powell surpreendeu os investidores ao indicar que o Fed ainda pode elevar as taxas de juros em futuras reuniões de política monetária. Isso marcou uma reviravolta nas expectativas do mercado, que havia antecipado que o fraco relatório de geração de empregos em outubro nos EUA encerraria o ciclo de aperto monetário.

Jerome Powell enfatizou que o processo de redução das taxas de juros para atingir a meta de inflação de 2% ainda tem um longo caminho a percorrer. Ele também afirmou que o Comitê Federal de Mercado Aberto (Fomc) continuará a agir com cautela, avaliando os dados econômicos a cada reunião. No entanto, Powell destacou que, se for considerado apropriado apertar ainda mais a política monetária, o Fed não hesitará em fazê-lo.

Leia mais  Argentinos sacam quase 1 bi e BC perde reserva

No âmbito doméstico, o mercado brasileiro inicialmente reagiu positivamente com a notícia da aprovação da reforma tributária no Senado. O otimismo impulsionou uma queda no valor do dólar durante a manhã. No entanto, o cenário internacional e as declarações de Jerome Powell acabaram prevalecendo, levando o dólar à vista a fechar o dia com um aumento de 0,67%, atingindo a marca de R$ 4,9399.

Imagine-se navegando em alto mar sem uma bússola. Cada onda representa uma decisão financeira, e sem orientação, é fácil se perder nas correntezas do mercado. É aí que entra a consultoria financeira. Como um farol na escuridão, ela oferece direção clara e segura para alcançar suas metas.

É por isso que o Guia do Investidor orgulhosamente lançou o GDI Finance, com a missão de ser o mapa para o seu sucesso financeiro, mas também para navegar junto ao seu lado. Com anos de experiência, nossos consultores são como capitães experientes, guiando-o pelas águas turbulentas da economia.

Desde a navegação para a aposentadoria tranquila até a jornada para aquisição de bens, o GDI Finance foi criado para simplificar sua trajetória. Com estratégias personalizadas e insights precisos, transformamos desafios em oportunidades e sonhos em realidade.

É hora de aprender a navegar tranquilo por águas turbulentas, alcançaremos horizontes que você nunca imaginou possíveis. Conheça a nossa consultoria financeira hoje mesmo.

No fechamento, o contrato DI para jan/24 ficou em estável em 11,996%; o jan/25 subiu a 10,825% (de 10,786%); o jan/26, a 10,660% (de 10,579%). O jan/27, a 10,785% (de 10,699%); o jan/29, a 11,140% (de 11,067%). O jan/31 caiu a 11,340% (de 11,260%).

Leia mais  Investimento de Brasileiros no exterior cresce 7,3%

Fala de Jerome Powell e retornos dos Treasuries levam bolsas de NY a queda, afetando o mercado doméstico

As bolsas de valores de Nova York tiveram um dia turbulento, com fortes quedas, impulsionadas por dois fatores principais: o estresse nos retornos dos Treasuries e as declarações do presidente do Federal Reserve dos Estados Unidos, Jerome Powell. O mercado já estava sob pressão devido ao aumento dos rendimentos dos títulos do governo americano (Treasuries), que tem causado preocupações entre os investidores.

Jerome Powell adicionou mais incerteza ao mercado ao reforçar as mensagens de outros dirigentes do Fed de que o ciclo de aperto monetário pode continuar. Ele deixou aberta a possibilidade de um novo aumento das taxas de juros nos EUA e enfatizou que a política monetária está se desenrolando de acordo com as expectativas do Federal Reserve. Essas declarações surpreenderam os investidores, que anteriormente acreditavam que o fraco relatório de geração de empregos em outubro encerraria o ciclo de aperto.

Os principais índices de Wall Street registraram perdas significativas. O Dow Jones caiu 0,65%, fechando em 33.891,94 pontos, enquanto o S&P500 recuou 0,81%, encerrando o dia em 4.347,35 pontos. O Nasdaq perdeu 0,94%, com um fechamento em 13.521,45 pontos. Além disso, os rendimentos dos Treasuries continuaram a subir, agravando as preocupações dos investidores.

Leia mais  Dólar pode bater os R$ 5,60 amanhã, com Lula eleito

No mercado doméstico, o Ibovespa também foi afetado pelo cenário internacional, mas conseguiu limitar suas perdas. O índice fechou o dia com uma queda leve de 0,12%, atingindo 119.034,14 pontos. O volume financeiro negociado totalizou R$ 24,9 bilhões.


Nos siga no Google News

DICA: Siga o nosso canal do Telegram para receber rapidamente notícias que impactam o mercado.

Leia mais

Ibovespa abre em queda e Eletrobras inicia com sinais trocados

Paola Rocha Schwartz

Dólar dispara frente ao Real com impacto de decisões da Petrobras

Guia do Investidor

Dólar recua após Powell e Lagarde manterem expectativas sobre juros

Guia do Investidor

Powell sinaliza cortes de juros e dólar recua

Guia do Investidor

Dólar sobe em dia de incerteza nos EUA e China

Guia do Investidor

Dólar cai; mercado aguarda China, Powell e payroll

Guia do Investidor

Deixe seu comentário