Guia do Investidor
shutterstock W9Gf3Sd
IPC-S Notícias

Inflação pelo IPC-S varia 0,83% na primeira quadrissemana de maio

O IPC-S da primeira quadrissemana de maio de 2022 variou 0,83% e acumula alta de 10,64% nos últimos 12 meses. A evolução recente da variação acumulada em 12 meses encontra-se no gráfico do press release.

Nesta apuração, cinco das oito classes de despesa componentes do índice registraram decréscimo em suas taxas de variação. A maior contribuição para o resultado do partiu do grupo Habitação cuja taxa de variação passou de -0,69%, na quarta quadrissemana de abril de 2022 para -1,69% na primeira quadrissemana de maio de 2022. Nesta classe de despesa, cabe mencionar o comportamento do item tarifa de eletricidade residencial, cujo preço variou -10,78%, ante -6,78% na edição anterior do IPC-S.

Também registraram decréscimo em suas taxas de variação os grupos: Transportes (2,13% para 1,53%), Vestuário (1,26% para 1,09%), Despesas Diversas (0,70% para 0,59%) e Comunicação (-0,02% para -0,04%). Nestas classes de despesa, vale destacar o comportamento dos itens:  (3,19% para 1,94%), calçados femininos (1,53% para 0,12%), conserto de bicicleta (1,80% para 0,39%) e mensalidade para internet (-0,40% para -0,51%).

Leia mais  Saldo de emprego formal supera expectativas de banco, com 155 mil vagas em janeiro

Em contrapartida, os grupos Educação, Leitura e Recreação (2,51% para 3,36%), Saúde e Cuidados Pessoais (1,14% para 1,29%) e Alimentação (1,58% para 1,59%) apresentaram avanço em suas taxas de variação. Nestas classes de despesa, vale citar os itens: passagem aérea (14,38% para 17,76%), artigos de higiene e cuidado pessoal (0,67% para 1,26%) e doces e chocolates (-2,95% para -0,58%).

A próxima apuração do IPC-S, com dados coletados até o dia 15.05.2022 será divulgado no dia 16.05.2022.

Avalie este post:
[Total: 1 Média: 5]

NÃO DURMA NO PONTO!
Receba as mais quentes do em primeira mão no seu Telegram:
ATIVAR AGORA!

Nossas redes:

Leia mais

Escalada dos preços e inflação de dois dígitos: especialista analisa atual cenário brasileiro

Autor Convidado

Inflação do Dia das Mães é a maior em 20 anos

Fernando Américo

Bolso do brasileiro: 49% dos brasileiro estão com faturas de cartão de crédito em aberto

Guia do Investidor

Inflação nos EUA deve ceder com a demanda, prevê hEDGEpoint

Diego Marques

Pandemia e guerra na Ucrânia devem trazer implicações negativas para inflação e crescimento global no longo prazo, aponta Âmago Capital

Victor Rodrigues

Aumento da inflação em março afetou todas as faixas de renda

Victor Rodrigues

Deixe seu comentário