Guia do Investidor
1 dolar 33725747
Notícias

Investidores atentos ao Fed impulsionam leve alta do dólar

Nos siga no Google News

Continua após o anúncio

Dólar sobe ligeiramente com foco nos movimentos do Fed e preocupações fiscais. Investidores monitoram pronunciamentos e dados econômicos.

O dólar apresentou uma leve alta em relação ao real, refletindo a atenção dos investidores aos próximos passos do Federal Reserve (Fed) e preocupações fiscais. No mercado externo, declarações dos membros do banco central americano mantiveram os olhos dos investidores, enquanto no cenário doméstico, dados econômicos como o desempenho da balança comercial e do setor público influenciaram a pressão sobre o câmbio. Além disso, a situação política em Brasília, com discussões sobre a reoneração da folha de pagamentos e benefícios previdenciários, também contribuiu para o clima de cautela. O dólar fechou em alta de 0,12%, a R$ 4,9684, com o mercado acompanhando de perto os desdobramentos tanto internos quanto externos.

Leia mais  Dólar dispara após declarações de Campos Neto e expectativa de ajuste do Fed

Movimentos do Fed e questões fiscais influenciam mercado cambial

No âmbito doméstico, os dados econômicos divulgados também influenciaram o mercado cambial. O desempenho da balança comercial em janeiro, abaixo das expectativas, e o resultado do setor público em dezembro, pior que o esperado, contribuíram para a pressão sobre o câmbio. Além disso, as tensões políticas em Brasília também pesaram no cenário, com o ministro Fernando Haddad anunciando propostas a serem discutidas com o presidente Lula, relacionadas à reoneração da folha de pagamentos e benefícios previdenciários para prefeituras.

Diante desse cenário, o dólar encerrou o dia com uma alta de 0,12%, sendo cotado a R$ 4,9684 no mercado à vista. No mercado futuro, o dólar para março também registrou uma leve elevação, subindo 0,06%, a R$ 4,9765. Enquanto isso, no mercado internacional, o índice DXY recuava 0,15%, enquanto o euro e a libra registravam ganhos modestos em relação ao dólar. Os investidores seguem atentos aos desdobramentos econômicos e políticos, tanto no cenário interno quanto externo, buscando antecipar possíveis impactos sobre o mercado cambial.

Bolsas de NY registram desempenho positivo impulsionado por expectativas econômicas e resultados corporativos

O mercado financeiro dos Estados Unidos registrou um dia positivo, com as bolsas de valores de Nova York apresentando ganhos moderados. O destaque foi para o S&P500, que chegou muito próximo da marca histórica de 5 mil pontos durante o dia, estabelecendo um novo recorde de fechamento. O Dow Jones também atingiu novos patamares, refletindo a confiança dos investidores nos fundamentos econômicos e corporativos.

Leia mais  Dólar cai nessa segunda-feira com alívio em Israel

Os investidores estavam atentos aos resultados da temporada de balanços das empresas, buscando avaliar o desempenho e as perspectivas para o futuro. Além disso, as declarações dos membros do Federal Reserve foram monitoradas de perto, embora houvesse um consenso geral de que o banco central dos EUA não deve alterar sua política monetária antes de maio, dadas as condições atuais da economia.

No cenário corporativo, as ações da Ford se destacaram, registrando um aumento de 6,05%. Apesar de reportar um prejuízo líquido no último trimestre, a montadora anunciou um aumento nos dividendos que será distribuído no primeiro trimestre de 2024, o que impulsionou o otimismo dos investidores em relação à empresa.

Paralelamente, os retornos dos Treasuries também registraram avanços, refletindo a pressão sobre os rendimentos dos títulos do governo dos EUA. O clima geral nos mercados financeiros refletiu um otimismo cauteloso, com os investidores esperançosos em relação à recuperação econômica e ao progresso das empresas diante do atual ambiente global.

Leia mais  Dólar sobe 1,7% em meio à turbulência política e econômica

Nos siga no Google News

DICA: Siga o nosso canal do Telegram para receber rapidamente notícias que impactam o mercado.

Leia mais

Ibovespa abre em queda e Eletrobras inicia com sinais trocados

Paola Rocha Schwartz

Dólar dispara frente ao Real com impacto de decisões da Petrobras

Guia do Investidor

Dólar recua após Powell e Lagarde manterem expectativas sobre juros

Guia do Investidor

Powell sinaliza cortes de juros e dólar recua

Guia do Investidor

Dólar sobe em dia de incerteza nos EUA e China

Guia do Investidor

Dólar cai; mercado aguarda China, Powell e payroll

Guia do Investidor

Deixe seu comentário