Guia do Investidor
imagem padrao gdi
Notícias

Itaúsa vende ações correspondentes a 1,02% do capital social da XP por R$ 600 milhões

Nos siga no Google News

Continua após o anúncio

A Itaúsa (ITSA4) anunciou recentemente a venda de 5.600.000 ações Classe A da XP Inc., correspondendo a 1,02% do capital da empresa (excluindo as ações em tesouraria), por um valor aproximado de R$ 600 milhões. Com essa operação, a Itaúsa reduziu sua participação na XP, passando a deter 17.870.985 ações, o que representa 3,27% do capital da XP e 1,15% do capital com direito a voto.

A decisão de vender parte das ações da XP é resultado de uma estratégia da Itaúsa, que considera que essa participação não se enquadra como um ativo estratégico para a empresa. Os recursos obtidos com a venda serão destinados ao reforço de caixa e à ampliação do nível de liquidez da Itaúsa.

A Itaúsa é uma holding brasileira que tem como principal acionista o Itaú Unibanco, e possui participações em diversas empresas de diferentes setores, incluindo o setor financeiro. A XP Inc., por sua vez, é uma das principais empresas do mercado financeiro, atuando como uma corretora e gestora de investimentos.

A redução da participação da Itaúsa na XP não afeta sua posição estratégica como acionista majoritária do Itaú Unibanco, mas permite à Itaúsa ajustar seu portfólio de investimentos de acordo com suas estratégias e objetivos. A venda das ações da XP possibilita à Itaúsa obter recursos financeiros adicionais e fortalecer sua posição de caixa, o que contribui para sua flexibilidade financeira e a capacidade de aproveitar oportunidades futuras.

Essa decisão também pode refletir uma avaliação da Itaúsa sobre o desempenho da XP e o potencial retorno dos investimentos. A empresa pode ter considerado que, no momento, é mais vantajoso alocar os recursos em outras áreas de seu negócio ou em investimentos que ofereçam um retorno mais atrativo.

É importante ressaltar que a venda das ações da XP pela Itaúsa não implica em uma desvalorização ou falta de confiança na empresa. Essas decisões fazem parte da gestão estratégica dos investimentos da Itaúsa, que busca otimizar seu portfólio de participações e garantir a alocação eficiente de capital.

Leia mais  Fim da parceria? Itaúsa rescinde acordo de acionistas da XP

Em resumo, a Itaúsa realizou a venda de ações correspondentes a 1,02% do capital social da XP por R$ 600 milhões. Essa operação faz parte da estratégia da empresa de ajustar seu portfólio de investimentos e destinar os recursos obtidos ao reforço de caixa e à ampliação do nível de liquidez da Itaúsa. Essa decisão reflete a capacidade da empresa em gerir seus investimentos de forma estratégica e buscar oportunidades que atendam a seus objetivos financeiros e estratégicos.

Ativos de clientes da XP atingem R$ 1 trilhão no 2º trimestre, crescimento anual de 21% e trimestral de 7%

Os ativos de clientes da XP Inc. (#XP) alcançaram a marca de R$ 1 trilhão em 30 de junho, registrando um crescimento anual de 21% e um aumento trimestral de 7%. Essa evolução anual foi impulsionada por R$ 104 bilhões de captação líquida e R$ 73 bilhões de apreciação de mercado. Esses números foram divulgados na prévia operacional da empresa.

No período de abril a junho, a captação líquida total atingiu R$ 22 bilhões, o que representa um crescimento de 36% em comparação ao trimestre anterior, porém, uma queda de 49% em relação ao mesmo período do ano anterior. A captação líquida no segmento varejista foi de R$ 18,4 bilhões, enquanto no segmento de grandes empresas somou R$ 3,7 bilhões.

Leia mais  Itaúsa (ITUB4) conclui investimento na CCR

Esses resultados destacam o desempenho positivo da XP Inc. e sua capacidade de atrair e reter clientes. O crescimento significativo dos ativos de clientes reflete a confiança dos investidores na empresa e sua oferta de serviços no mercado financeiro.

A captação líquida de R$ 22 bilhões no segundo trimestre demonstra um aumento expressivo em comparação ao trimestre anterior, o que indica a contínua procura por produtos e serviços oferecidos pela XP. Esse resultado também evidencia a capacidade da empresa em atrair novos investidores, tanto no segmento varejista quanto no segmento corporativo.

Além disso, a valorização de R$ 73 bilhões nos ativos de clientes devido à apreciação de mercado é um indicativo da performance dos investimentos realizados pelos clientes da XP. Esse ganho reflete o bom momento do mercado financeiro, que tem apresentado retornos favoráveis aos investidores.

A XP Inc. se destaca como uma das principais empresas do mercado financeiro, atuando como corretora e gestora de investimentos. Sua plataforma digital e ampla gama de produtos e serviços têm atraído um número crescente de investidores interessados em diversificar e rentabilizar seus investimentos.

Leia mais  Apesar de lucro de R$ 3 bilhões, Itaúsa vê queda de 18,7% no resultado 4T22

Com o marco de R$ 1 trilhão em ativos de clientes, a XP reforça sua posição de liderança e consolidação no mercado financeiro. A empresa continuará buscando oferecer soluções inovadoras, acompanhando as tendências do mercado e atendendo às necessidades dos investidores.

Em resumo, os ativos de clientes da XP Inc. alcançaram R$ 1 trilhão no segundo trimestre, com um crescimento anual de 21% e um aumento trimestral de 7%. Esses resultados refletem a confiança dos investidores na empresa e sua capacidade de atrair e reter clientes. A captação líquida expressiva e a valorização dos ativos devido à apreciação de mercado evidenciam a qualidade dos serviços e produtos oferecidos pela XP. Como uma das principais empresas do mercado financeiro, a XP continua em uma trajetória de sucesso e busca atender às demandas dos investidores, fortalecendo sua posição de liderança no setor.

Nos siga no Google News

DICA: Siga o nosso canal do Telegram para receber rapidamente notícias que impactam o mercado.

Leia mais

Itaúsa tem lucro líquido de R$ 3,46 bilhões no 4T23

Márcia Alves

Itaúsa homologa aumento de capital social e bonificação de ações

Miguel Gonçalves

Itaúsa volta para lista de boas pagadoras de dividendos com anuncio de distribuição

Leonardo Bruno

Itaúsa anuncia amortização antecipada de debêntures, reforçando estratégia de desalavancagem

Leonardo Bruno

Itaúsa (ITSA4) anuncia distribuição de Juros sobre o Capital Próprio de R$ 0,1165 por ação

Leonardo Bruno

Moody’s eleva rating de crédito da Itaúsa e de suas emissões de debêntures

Leonardo Bruno

Deixe seu comentário