Guia do Investidor
1200palavras Margem Liquida O que e e como Calcular 1200p
Guias

Margem Líquida: O que é e como Calcular

Nos siga no Google News

Continua após o anúncio

A margem líquida, como outros indicadores é utilizado pelos investidores que praticantes da análise fundamentalista. Usado não somente para calcular percentual de lucro obtido pela empresa, mas também como fator decisório na escolha das ações.

Logo, este artigo destrincha o indicador de margem líquida para auxiliar o investidor a fazer a análise de forma correta. Então, além de auxiliá-lo no processo de conhecimento dos lucros obtidos pela empresa em comparação a outras no mesmo setor.

Entenda a margem líquida

A margem líquida nada mais é que indicador que fornece a porcentagem dos lucros em relação as receitas de empresas. Para fins de análise usaremos as listadas na Bolsa de Valores Nacional.

Enfim, a margem líquida representa todo o lucro líquido dividido da empresa dividido pela receita líquida. Então, essa receita já estará reduzida de impostos e tributos, antes da realização do cálculo.

Logo, esse indicador está diretamente ligado ao nível de rentabilidade que a empresa demonstra em suas operações. Logo, para ter acesso aos dados das empresas é necessário que o investidor acesse os demonstrativos de resultados das empresas.

Isso pode ser realizado através de consultas as páginas eletrônicas das empresas de capital aberto. De forma clara qualquer cidadão pode ter acesso aos números da empresa.

Imagine-se navegando em alto mar sem uma bússola. Cada onda representa uma decisão financeira, e sem orientação, é fácil se perder nas correntezas do mercado. É aí que entra a consultoria financeira. Como um farol na escuridão, ela oferece direção clara e segura para alcançar suas metas.

É por isso que o Guia do Investidor orgulhosamente lançou o GDI Finance, com a missão de ser o mapa para o seu sucesso financeiro, mas também para navegar junto ao seu lado. Com anos de experiência, nossos consultores são como capitães experientes, guiando-o pelas águas turbulentas da economia.

Desde a navegação para a aposentadoria tranquila até a jornada para aquisição de bens, o GDI Finance foi criado para simplificar sua trajetória. Com estratégias personalizadas e insights precisos, transformamos desafios em oportunidades e sonhos em realidade.

É hora de aprender a navegar tranquilo por águas turbulentas, alcançaremos horizontes que você nunca imaginou possíveis. Conheça a nossa consultoria financeira hoje mesmo.

Para isso basta entrar no site da empresa e procurar pelo índice de resultados financeiros. Assim, os demonstrativos e outras informações relevantes da empresa deverá constar nessa página.

Leia mais  Bradespar (BRAP4) propõe o pagamento de dividendos no valor de R$ 600 milhões

Como calcular a margem líquida

Inicialmente usa-se duas variáveis para a realização do cálculo da margem líquida que são receita líquida e lucro líquido. Então, para calcular é preciso dividir o lucro líquido pela receita líquida, sempre no mesmo período.

Margem líquida = (lucro líquido / receita líquida) x 100

O resultado em percentuais dará ao investidor uma ideia de como andam as finanças da empresa. Então, caso a margem líquida apresente resultado negativo é bom verificar se a empresa deixou de divulgar alguma informação.

A margem líquida também é muito utilizada como indicador de vantagens competitivas no mercado.  Principalmente para diferenciar empresas do mesmo setor e suas margens de lucro de seus produtos.

Isso ocorre muito no setor de automóveis onde duas empresas fabricando um carro gastam o mesmo valor no produto. Contudo uma das empesas por apresentar maior credibilidade com os clientes consegue vender esse carro duas vezes mais caro.

Isso significa que a margem de lucro do produto vai estar alta usando em comparação com a outra empresa.  Quando não consegue agregar mais valor ao seu produto, deixando-a para traz durante a análise comparativa.

Analisando o indicador

Grandes empresas com marcas sólidas no mercado, geralmente apresentam maior margem de lucro e conseguem mantê-la mesmo durante crises. A longo prazo se a empresa mantiver uma margem líquida consistente sua posição em uma crise será favorável.

Logo, para que isso aconteça a empresa deverá ter uma marca forte e de qualidade inigualável, como a Apple por exemplo. A empresa a anos se mantém como líder em seu segmento e sua margem de lucro se mantém alta.

Leia mais  Dividendos robustos vindo aí: Com disparada de 48%, Petrobras (PETR4) lucra R$ 46 Bi no 3T22

Mesmo com a demanda decrescente de uma crise, a empresa continua mantendo suas margens elevadas. Visto que o conjunto marca, confiabilidade, qualidade e fidelização de clientes a mantem no topo.

Diferença entre margem líquida, margem de contribuição e margem bruta

Inicialmente as três margens são muito utilizadas por gestores e investidores para avaliar a saúde financeira de empresas. As informações geradas pelos indicadores são fundamentais para tomadas de decisão quando utilizadas em conjunto.

Margem bruta x margem líquida

A margem bruta geralmente leva em consideração somente o lucro bruto que a empresa obteve. O que reflete no lucro especificamente de um período determinado. Diferente da margem líquida que leva em consideração todo o lucro líquido excluindo as deduções.

Margem de contribuição x margem líquida

A margem de contribuição leva em consideração todos os gastos ditos variáveis de uma receita, exemplos, matéria prima e comissões. Demonstrando o real valor que a empresa tem disponível para saldar suas despesas fixas e ainda gerar lucro.

A diferença entre as três é que a margem de contribuição irá refletir a margem de produtos vendidos. Os quais cobrirão as despesas e custos fixos ou variáveis.

Interpretações para margem líquida

A margem líquida pode ser utilizada em diferentes momentos e interpretações. Contudo, as principais formas de análise são de comparação e crescimento.

Assim, a margem líquida quando utilizada em uma vantagem competitiva o investidor pode iniciar sua análise pelo lucro líquido. Lembrando que quando mais períodos forem avaliados melhor será a análise.

Procure obter números de anos anteriores e verifique juntamente com outros indicadores. Assim com uma margem líquida acima da média normal a empesa apresenta melhor vantagem competitiva perante as outras do mesmo setor.

Caso a margem líquida esteja abaixo da média, ou queda, os preços das ações irão refletir o momento da empresa. Assim, problemas inesperados ou mesmo trocas de gestores podem influenciar, trazendo dúvidas e incertezas para o futuro.

A margem líquida também pode ser utilizada como margem de segurança para o investidor e o gestor. Pois, quanto maior for a margem líquida da empresa maior será a chance dela se manter saudável em caso de crise.

Dicas de quais setores investir usando a margem líquida a seu favor

No mercado de ações quanto maior a margem líquida melhor o preço dos papéis e mais valorizada é a ação. Sendo assim vamos citar as empresas dos setores de tecnologia, industrias e empresas prestadoras de serviços.

Leia mais  BR Malls (BRML3) vai pagar R$ 44 milhões em dividendos; Descubra se você tem direito

Utilizando análises passadas, podemos exemplificar alguns setores listados na bolsa de valores nacional. Alguns dos setores obtiveram lucro e outros não. Como o de bens industriais que obteve uma margem líquida do setor na faixa de 2,7% positivo.

Vamos listar algumas margens líquida de diferentes setores, como exemplo, abaixo:

  • Comunicação – margem líquida do setor em 16,5%;
  • Consumo cíclico – em 8,20%;
  • Consumo não cíclico – em 4,20%;
  • Petróleo, gás e biocombustíveis – em 18,3%;
  • Saúde – em 12,95%;
  • Tecnologia da informação – em 1,1%;
  • Utilidade pública – margem líquida do setor em 22,9%.

Vamos exemplificar agora por empresas em diferentes setores, tendo como base o quarto trimestre de 2019:

  • Ambev (ABEV3) – margem líquida de 26,60%;
  • Azul (AZUL4) – é de 26,80%;
  • Alpargatas (ALPA4) – é de 11,2%;
  • Vulcabras (VULC3) – de 12,1%;
  • Minerva (BEEF3) – margem líquida de 5,0%.

Vantagens e desvantagens de utilizar esse indicador

Como sempre existem dois lados de uma moeda, e não poderia ser diferente com os indicadores. Assim, vamos começar falando das vantagens de se utilizar o indicador de margem líquida na análise fundamentalista.

  • Maiores dividendos para os investidores;
  • Auxilia ao investidor a avaliar a saúde da empresa;
  • Direciona as decisões para as melhores e mais lucrativas empresas;
  • Indicam as empresas com melhor vantagem competitiva
  • São utilizadas como sinal de alerta para possíveis problemas quando a margem diminui;
  • Apresentam as empresas com melhor margem de segurança.

Algumas das desvantagens estão entre as listadas abaixo:

  • Reflete somente o resultado do lucro líquido da empresa, levando o investidor a avaliar outros índices;
  • A utilização isolada do indicador pode gerar distorções na análise, sendo mais uma vez indicado utilizar outros indicadores para a avaliação da empresa.

Nos siga no Google News

DICA: Siga o nosso canal do Telegram para receber rapidamente notícias que impactam o mercado.

Leia mais

Minerva se pronuncia sobre compra de ativos no Uruguai

Márcia Alves

Petrobras faz atualização do valor de dividendos

Márcia Alves

Azul aprova recompra de ações de até 1,3 milhão 

Márcia Alves

Azul fecha 1T24 com prejuízo de R$ 324,2 milhões

Márcia Alves

Prejuízo ajustado da Azul cai 55,4% no 1º tri para R$324 milhões

Paola Rocha Schwartz

Ambev registra queda em seu lucro no 1T24

Márcia Alves

Deixe seu comentário