Guia do Investidor
image 95
Notícias

Moura Dubeux (MDNE3) apresenta patamar de vendas líquidas acima de R$ 300 milhões pelo quinto trimestre consecutivo

As vendas e adesões líquidas foram de R$ 307 milhões no segundo trimestre e totalizaram R$ 708 milhões no semestre

A Moura Dubeux, maior incorporadora do Nordeste, protocolou na tarde desta quinta-feira, 07 de julho, na Comissão de Valores Mobiliários (CVM), sua prévia operacional relativa ao segundo trimestre de 2022, período no qual reportou quatro lançamentos com valor geral de vendas (VGV) líquido de R$ 561 milhões. No semestre, foram sete novos projetos no total, com VGV líquido de R$ 915 milhões, um crescimento de 54,6% sobre o mesmo período do ano passado. Já nos 12 meses encerrados em junho de 2022, a lançou R$ 1,4 bilhão.

Os empreendimentos lançados no período foram os seguintes: Lanai, em Alagoas, e Florata, no Rio Grande do Norte, ambos de alto padrão; Platz, no Ceará, de médio padrão; e Beach Class Rio Vermelho, na Bahia.

“Com esses quatro últimos lançamentos, atingimos a marca de 34 projetos colocados à venda desde nosso , em fevereiro de 2020”

destaca o CEO da , Diego Villar.

“É uma marca importante, que reflete a liderança da companhia no mercado de da região Nordeste.”

Quanto às vendas e adesões líquidas, o número foi de R$ 307 milhões no segundo trimestre e de R$ 708 milhões no primeiro semestre. Neste último indicador, a Moura Dubeux registrou um crescimento de 12,8% sobre igual período de 2021.

O Índice VSO (Vendas sobre Oferta) nos últimos doze meses foi de 55,9%, em linha com o segundo trimestre de 2021. Já o VSO líquido do segundo trimestre foi de 20,8%, valor 6,1 pontos percentuais menor do que o registrado no mesmo período do ano passado. A explicação para a redução do ritmo de vendas foi a concentração dos lançamentos sob o regime de incorporação.

“Considerando que o modelo de Incorporação possui velocidade de comercialização mais lenta que o de Condomínio, a manutenção dos índices VSO acima de 50%, para últimos 12 meses, e de 20% no trimestre, mostra que nossos produtos seguem bastante atrativos no mercado”

diz Villar.

No trimestre, a Moura Dubeux adquiriu 11 terrenos que, somados, possuem VGV bruto potencial de R$ 1,5 bilhão.

“Neste segundo trimestre tivemos mais lançamentos, iniciamos mais canteiros de obras e compramos mais terrenos do que o primeiro trimestre. Ainda assim, conseguimos gerar 14 milhões de caixa”

destaca o CEO.

Acesso ao documento completo em CENTRAL DE RESULTADOS – Moura Dubeux – RI 

Leia mais  Ecorodovias (ECOR3) aprova indicação de novo diretor-presidente

LULA OU BOLSONARO? Não corra o risco das eleições no : abra sua conta no exterior e proteja seu

Recomendações no seu e-mail

Nossas redes:

Leia mais

Vai dobrar de valor? Confira o que analistas dizem sobre as ações da Moura Debeux

Leonardo Bruno

Lançamentos da Moura Dubeux somam R$ 1,06 bilhão em 2022

Guia do Investidor

Moura Dubeux (MDNE3) quebra recorde de vendas no resultado 1T22

Diego Marques

O melhor trimestre da História; confira os destaques da Moura Debeux no resultado 4T21

Leonardo Bruno

Moura Dubeux (MDNE3) reporta lucro e maior volume de vendas da sua história

Victor Rodrigues

Previas Construtoras: Cury, Melnick, Moura Dubeux e Even

Deixe seu comentário