Guia do Investidor
Fonte/Reprodução
Notícias

Starlink: Musk promete internet de graça à escolas brasileiras

Nos siga no Google News

Continua após o anúncio

  • Elon Musk oferece internet gratuita para escolas brasileiras em resposta à possível suspensão de contratos com a Starlink pelo governo federal.
  • Musk questiona o ministro do STF, Alexandre de Moraes, sobre censura no Brasil, resultando em sua inclusão como investigado no inquérito das milícias digitais.
  • A Starlink reduz em 50% os preços dos pacotes de internet para clientes brasileiros, com mensalidade de R$ 184 até 30 de abril, em possível estratégia para fortalecer sua posição no mercado local.

O magnata sul-africano Elon Musk, conhecido por suas empreitadas no Twitter/X e como proprietário da Starlink, empresa de internet por satélite, lança uma oferta arrojada: disponibilizar acesso gratuito à internet para todas as escolas do Brasil. A promessa surge como resposta à possibilidade do governo federal, liderado pelo presidente Luiz Inácio Lula da Silva, considerar a suspensão dos contratos com a Starlink.

Leia mais  Lira vai segurar PEC que limita poderes do STF pelo menos até fim do recesso

Musk afirmou que Starlink fornecerá internet grátis para as escolas no Brasil se o governo não cumprir o seu contrato. Esta declaração vem à tona em meio a um contexto de tensão entre Musk e o ministro do Supremo Tribunal Federal (STF), Alexandre de Moraes. O empresário questiona Moraes sobre a crescente censura no Brasil, resultando em sua inclusão como investigado no inquérito das milícias digitais.

Além disso, a Starlink anunciou recentemente uma redução de 50% no preço dos pacotes de internet para os clientes brasileiros, estabelecendo uma mensalidade de R$ 184 até 30 de abril. Este movimento estratégico pode ser interpretado como uma tentativa da empresa de Musk de solidificar sua presença no mercado brasileiro, especialmente diante das controvérsias e tensões com o governo.

Polêmica com STF

Elon Musk, dono do X, SpaceX e Tesla, criticou o ministro do STF, Alexandre de Moraes, em sua conta no antigo Twitter (X). E passou a criticar também o presidente Luiz Inácio Lula da Silva (PT).

Em mensagens postadas na noite de segunda-feira (8), Musk aumentou suas críticas, chamando Moraes de “ditador“.

“Como Alexandre de Moraes se tornou o ditador do Brasil? Ele tem Lula na ‘coleira’ “

Declarou o CEO da Tesla

Musk associou a vitória de Lula nas eleições de 2022, onde ele “derrotou o então presidente Jair Bolsonaro” no segundo turno, a um suposto favorecimento por parte de Moraes, que é presidente do Tribunal Superior Eleitoral.

Leia mais  Empresário inspirado por Musk patrocina evento com Moraes

Moraes assumiu a presidência do TSE em agosto de 2022, apenas dois meses antes da eleição presidencial daquele ano, e permanece no cargo até o momento. Ele liderou o órgão durante o último processo eleitoral, contestado por Bolsonaro e aliados, apesar de não terem apresentado qualquer prova de “possível” fraude.

Alexandre, é relator no STF do inquérito sobre disseminação de fake news e ataques à democracia, resultando na suspensão de contas no X. O que é criticado por Musk e demais aliados como “censura prévia”. Barroso, portanto, presidente do STF, apoia Moraes, destacando que todas as empresas no Brasil devem cumprir as leis nacionais.


Nos siga no Google News
Leia mais  Twitter: o que muda com a compra da empresa?

DICA: Siga o nosso canal do Telegram para receber rapidamente notícias que impactam o mercado.

Leia mais

Ibovespa abriu em queda: confira o resumo do dia

Márcia Alves

Starlink e Apple mobilizam ajuda para vítimas das enchentes no RS

Rodrigo Mahbub Santana

Musk incentiva investimentos na Argentina

Rodrigo Mahbub Santana

Empresário inspirado por Musk patrocina evento com Moraes

Paola Rocha Schwartz

SpaceX enfrenta dificuldades para tornar a Starlink lucrativa

Rodrigo Mahbub Santana

Tesla quer cortar pela metade custo de fabricação

Rodrigo Mahbub Santana

Deixe seu comentário