Guia do Investidor
teva esg mulheres lideranca
ETF Notícias

ELAS11 – ETF do índice Teva Mulheres na Liderença tem Rebalanceamento: veja o que mudou

A nova entrou em vigor neste mês e reflete a melhora da diversidade de gênero na governança das empresas

A Teva Indices, empresa especializada na criação de índices para e ESG data brasileiro, anuncia a nova composição do índice Teva Mulheres na Liderança, que seleciona as companhias com maior participação de mulheres em órgãos de governança.  O índice é replicado pelo , que foi lançado em março deste ano e é o primeiro fundo de índice ESG focado na diversidade de gênero no mercado brasileiro. O ELAS11 é gerido pela Safra Asset e negociado na .

No rebalanceamento de julho, 16 companhias aumentaram o número de mulheres na liderança e ingressaram na carteira do índice, são elas: WEG, Suzano, Vibra Energia, Energisa, Metalúrgica Gerdau, Sul América, CPFL, Grupo Soma, Arezzo, Auren Energia, Via, AES , Aliance Sonae, Grupo Matheus, Gol Linhas Aéreas e Positivo Tecnologia.

O ETF ELAS11 permite uma exposição ampla e diversificada à bolsa, porém investindo apenas nas empresas que têm maior participação de mulheres em cargos de liderança. Para composição da carteira a ponderação é feita pelo valor de mercado em circulaçãodas companhias, o que torna o índice correlacionado com o mercado e um bom substituto do índice amplo.

Por meio do ELAS11 o investidor pode ter seus investimentos alinhados aos seus valores e princípios pessoais, influenciando a busca da igualdade de gênero na liderança das maiores empresas brasileiras.

Leia mais  Bolsa bate recorde e fecha com melhor resultado da história

No acumulado entre julho de 2016 (início do índice) e o fechamento de junho deste ano, o índice Teva Mulheres na Liderança valorizou 95,5%, contra 88,7% do .  Já em 2022, acumulou retorno de   -5,7% até o dia 12/07, contra -6,2% do Ibovespa no mesmo período.

Para conhecer mais sobre o Índice Teva Mulheres na Liderança acesse Índice Teva Mulheres na Liderança – Teva Indices e para mais informações sobre o ETF ELAS11, confira o site ETF Safra Mulheres na Liderança – ELAS11 | Banco Safra.

Medir para mudar

As mudanças na carteira do índice são reflexo da melhora da diversidade de gênero na liderança das empresas. O Score Teva Mulheres da Liderança médio das empresas elegíveis subiu de 21,2 para 22,7. O Score de 50 representa igualdade na quantidade de homens e mulheres em cargos de liderança.

O caminho para igualdade ainda é longo, mas os dados revelam uma evolução. Todos os órgãos de governança acompanhados apresentaram maior presença de mulheres quando comparados com o último rebalanceamentos, em abril deste ano.

Leia mais  WhatsApp Payments: novo serviço deve chegar até final do ano

Além disso, neste rebalanceamento o índice revelou que o número de companhias com pelo menos uma mulher nos conselhos de administração atingiu a marca inédita de 69%. Uma evolução, considerando que em 2020 esse número era de 56% e em 2016 de apenas 36%.  Ainda assim, essa melhora não é refletida em todos os colegiados de liderança: mais de 57% das empresas ainda não contam com mulheres nos conselhos fiscais, diretorias e comitês de auditoria.

O Score Teva Mulheres na Liderança atribui uma pontuação para cada uma das empresas brasileiras com negociadas na B3. Sua metodologia leva em conta a presença de mulheres na composição de conselhos, diretorias e comitês de todas as empresas brasileiras listadas que atendem a critérios mínimos de liquidez e valor de mercado. São mais de cinco anos de histórico, 150.000 cargos mapeados e cobertura mensal de 8.000 posições.

Para saber mais sobre o Índice Teva Mulheres na Liderança e conferir o estudo completo, acesse o site Índice Teva Mulheres na Liderança – Teva Indices.

Leia mais  ETF de Bitcoin deve ser lançado em 2019

LULA OU ? Não corra o risco das eleições no Brasil: abra sua conta no e proteja seu patrimônio

Recomendações no seu e-mail

Nossas redes:

Leia mais

QBTC11 passa de 1.000 bitcoins sob custódia

Guia do Investidor

BTG Pactual lança primeiro ETF de crédito privado do Brasil

Guia do Investidor

META11, ETF de metaverso da Hashdex, é oficialmente lançado na B3

Guia do Investidor

Quais os ETFs favoritos dos investidores em 2022? Confira o ranking

Leonardo Bruno

BTCE11: o ETF de criptomoeda mais negociado na Europa chega à B3

Guia do Investidor

Vitreo lança seu primeiro ETF com índice de criptomoedas

Guia do Investidor

Deixe seu comentário