Guia do Investidor
image 401
Notícias

Investimentos em crédito privado bateram recordes positivos

Segundo a Associação Brasileira das Entidades dos Mercados Financeiro e de Capitais (ANBIMA), o volume de emissões de debêntures somou R$ 60,2 bilhões entre maio e junho, volume cerca de 15,5% maior em relação ao mesmo período do ano passado. Ademais, CRAs e CRIs também acompanharam o movimento, com crescimento de 41%.

“A pressionada e a alta da Selic contribuíram para elevar a atratividade dessas modalidades de , causando grande migração de capital dos multimercado, de e demais modalidades de para a renda fixa. Enquanto os fundos multimercado e carteiras de ações registraram saídas de R$ 61,8 bilhões e 49,5 bilhões, os fundos de renda fixa acolheram R$ 88,8 bilhões de dinheiro novo”, afirma Gabriel Nascimento, co-fundador da Ulend, Fintech especializada em em crédito privado.

Investimentos em renda fixa, especialmente as modalidades de crédito privado, obtiveram as melhores de retorno do mercado no primeiro semestre do ano. Segundo dados divulgados, a TIR da carteira de crédito privado da Fintech ficou em 18,5% a.a., e seu FIDC (Ulend Fundo de Investimento em Direitos Creditórios) apresentou rentabilidades de + 6% a.a. nas cotas sêniores e CDI + 8% a.a. na mezanino.

Leia mais  Ações para 2020: As mais recomendadas para virada de ano

Em comparativo, enquanto a mensal na carteira da Ulend chega a 1,48%, o Tesouro ficou em 0,92%. Já a média dos CDBs atingiu apenas 0,73% e a poupança 0,50% mensal.

LULA OU BOLSONARO? Não corra o risco das eleições no : abra sua conta no exterior e proteja seu patrimônio

Recomendações no seu e-mail

Nossas redes:

Leia mais

Quase metade das fintechs brasileiras receberam investimentos nos últimos anos, mostra estudo da Deloitte e Abstartups

Guia do Investidor

Veja como fica o mercado de investimentos com a taxa Selic a 13,75%

Guia do Investidor

6 razões para as empresas se internacionalizarem para fins de crédito

Guia do Investidor

Órigo Energia anuncia novo investidor e projeta investimento de R$ 4 bilhões no setor de geração compartilhada até 2024

Guia do Investidor

Oportunidades históricas que não podemos perder

Autor Convidado

Investimentos de Private Equity e Venture Capital ultrapassam R$ 28 bilhões no primeiro semestre

Guia do Investidor

Deixe seu comentário