Guia do Investidor
Metaverso 720x90 1
duvida
Guias Tutorial

Onde investir 500 reais por mês? Veja as melhores opções

Nos últimos 3 anos, tivemos um “boom” de novos investidores, mas muitos servindo apenas de rebanhos, entrando em investimentos apenas porque pessoas influenciaram, por isso é importante você entender o conceito básico de investimentos, o que é um investimento de fato, quais tipos de investimentos que existem e após isso, você deve se perguntar “onde investir 500 reais por mês”.

Pensando no seu caso e de muitos outros, fizemos um guia completo sobre onde investir o seu dinheiro por mês! Confira!

O que é investimento?

De modo resumido, investimentos é aplicação do capital com a expectativa de um benefício futuro, isso em linhas gerais na questão da Economia macroeconômica. O conceito basicamente envolve tanto dinheiro quanto capital intelectual, social ou natural.

Entretanto, não é preciso ser um especialista em finanças para investir 100, 200 ou 500 reais por mês, mas é importante ter uma noção do que é investimento porque esse conceito faz parte da vida da maioria das pessoas. Isso porque a relação com o dinheiro nos afeta diretamente.

E como dito anteriormente, não importa se você usa o conceito para adquirir em conhecimento ou aplicar recursos financeiros. Contudo, investimento financeiro é basicamente é aplicar dinheiro para que para que ele produza rendimentos nos futuros.

Isso é possível por conta do efeito dos juros compostos, que faz com que o dinheiro multiplique. O mecanismo é semelhante ao de uma dívida, que cresce com o passar do tempo, os valores são multiplicados por eles mesmos ao longo de um determinado período.

Se você estar endividado é dever dinheiro para o banco e investir é emprestar dinheiro para o banco. Nesse sentido, acredito que você já tenha entendido o que é investimento, mas caso não saiba direito o processo, você deve estar se perguntando “onde investir 500 reais por mês”.

Isso porque, antes de escolher qual investimento ou sair colocando seu dinheiro em qualquer lugar, é preciso entender algumas colocações e outros conceitos, que vão facilitar muito o processo de investimento. Entretanto, normalmente as pessoas colocam o capital apenas onde rende mais ou onde é mais confortável. Um desses conceitos é que existe um mito que para começar investir, é preciso já ter muito dinheiro.

Leia mais  Ações Fracionadas: aprenda a comprar ações no Mercado Fracionário

Contudo, isso até poderia ser verdade, se não fosse nos dias atuais. E qualquer um pode investir, sem restrição de valores.

Onde investir 500 reais por mês?

O primeiro passo antes de escolher o melhor investimento, ou um investimento qualquer. É necessário saber o que você pretende fazer com esse dinheiro. Isso é importante para sabermos você sabe qual o objetivo será traçado para seus investimentos. Isso porque fica muito mais simples escolher quais investimentos quando você tem definido suas metas.

Imagina se você quer guardar dinheiro para um determinado tempo, por exemplo, 5 anos, 10 anos ou qualquer outro tempo. Nesse sentido, para fazer uma viagem internacional que sei que vai me custar em torno de R$ 20 mil, preciso encontrar um investimento que me dê as melhores condições dentro dessas características.

Contudo, o indicado para pessoas que ainda não possuem aplicações financeiras é guardar dinheiro por meio de uma reserva que estará disponível em momentos de crise, desemprego, acidentes e entre outros.

Dessa forma, você usará o dinheiro para esses momentos, mas ele precisa e deve estar disponível para saque a qualquer momento, as opções ideias de investimento para a reserva financeira são aqueles que oferecem liquidez diária antes mesmo de investir 500 reais por mês em renda fixa ou variável.

Após o processo da construção de reversa financeira, que de acordo com alguns especialistas é necessário algo em torno de 6 vezes os valores da sua despesa mensal, por exemplo, se você ganha por volta de R$ 2.000 por mês, será necessário para compor sua reserva R$ 12.000 para você ficar tranquilo. Entretanto, outros analistas e investidores apontam que é necessário algo por volta de 12 vezes da sua renda mensal.

Nesse sentido, a primeira coisa a se considerar para seus investimentos é o tempo, que está relacionado aos objetivos de curto, médio e longo prazos.

O que é curto, médio e longo prazo no mundo dos investimentos?

De acordo com a Anbima (Associação Brasileira das Entidades dos Mercados Financeiros e de Capitais) que é o órgão regulador brasileiros de investimentos, juntamente com a CVM (Comissão de Valores Mobiliários) categoriza os investimentos em 3 espaços de tempo.

  • Curto prazo: até 2 anos;
  • Médio prazo: de 3 a 10 anos;
  • Longo prazo: mais de 10 anos.

Investimentos de curto prazo

O primeiro passo é os objetivos e metas que serão atingidos em um espaço de curto de tempo, são duas as principais características de que devem ser analisadas, risco e a liquidez.

Leia mais  IPO (Oferta Pública Inicial): O que é? Aprenda o significado na prática

É importante que seja possível resgatar o dinheiro e seus rendimentos no momento que deseja ou quando precisar, sem grandes dificuldades. Em relação ao risco, ele é basicamente a incerteza que se pode ter em relação ao rendimento: quanto maior o risco, maiores as chances de ter uma rentabilidade maior e de ganhar muito dinheiro, mas também de se perder e ter uma rentabilidade negativa, por exemplo. Isso porque aqueles que você 500 reais por mês que você está perguntando como investir, pode chegar a 0 ou até mesmo gerar uma dívida se o investimento for alavancado.

No caso de estratégias de curto prazo, o recomendado é que o risco seja baixo para que sejam evitadas possíveis perdas. E se garanta uma rentabilidade mínima e segura.

Investimentos de médio prazo

Se para o curto prazo é importante garantir que será possível resgatar o investimento em um período menor de tempo, para estratégias de médio prazo isso deixa de acontecer.

Entretanto, isso depende muito do seu perfil de investidor, porque também há o momento de escolher investimentos que tenham risco maior, que por consequência, chances de rentabilidade mais alta.

De forma geral, tudo deve partir do seu objetivo com aquele investimento, após você fazer a reserva financeiro. Além disso, é importante você atentar para qual aversão ao risco você se encaixa. Isso porque algumas pessoas são mais tolerantes e propensas ao risco, tendo em mente a relação entre risco e retorno (quanto maior o risco de um investimento, maior será o retorno esperado ou prometido por ele).

Investimentos de longo prazo

Um dos maiores exemplos, se não o maior exemplo de investimento pensando no longo prazo é a aposentadora.

Nesse sentido, é importante você prestar atenção nos vencimentos e na liquidez deixa de ser tão importante. O foco é garantir o maior rendimento possível para o longo prazo. Além disso, quanto maior o tempo do dinheiro investido, maior será o rendimento, isso porque investir 500 reais por mês, em 10 anos, será um rendimento maior do que 5 anos. E quanto maior o seu perfil de risco, provavelmente será maior o retorno.

Quais são os perfis de investidor?

Após todo esse processo de reserva financeira, traças quais serão as metas dos investimentos, se será de curto, médio ou longo prazo. Isso é importante porque nem todas as modalidades de aplicações financeiras são adequadas para todas pessoas, porque algumas toleram um maior risco, outras não.

Nesse sentido, a determinação do perfil de investidor considera aspectos importante e a possíveis perdas e o montante de dinheiro disponível para aplicar.

Leia mais  5 ações para sua carteira em Junho, da Toro

Conservador

O perfil conservador inclui os investidores que não toleram riscos, não querem perder patrimônio e não lidam bem com flutuações bruscas nos preços dos ativos.

Moderado

De certa forma, o investidor moderado pode ser definido como aquele que aceita correr riscos controlados. Geralmente, inclui aqueles que buscam incrementar o patrimônio a longo prazo.

Agressivo

Os investidores com perfil agressivo são conhecidos por darem preferência a ganhos maiores, ainda que isso acarrete uma exposição grande a riscos. Esse tipo de investidor admite sofrer algumas perdas, desde que elas sejam compensadas no futuro.

Como começar a investir 500 reais por mês?

Agora que você já tenha traçados todos os pilares de investimentos, como reserva financeira, seu plano de investimento, se será de curto, médio ou longo prazo, qual é sua aversão ao risco. Isso importa, porque normalmente investimento em renda fixa, como CDB, CDI, Tesouro Direto e entre outros são considerados investimento mais conservadores. Já investimentos com perfil agressivo, são em ações, fundos de investimento, fundos de investimentos imobiliários (FII) e criptomoedas.

Isso porque o tesouro direto é basicamente empresar dinheiro para o governo. E o estado que faz essa emissão dos títulos públicos.

Quem os compra tem a promessa de receber o dinheiro de volta em um prazo determinado, acrescidos de juros e outras correções (como a inflação, por exemplo), que mudam de acordo com o papel escolhido. Além disso, como dito anteriormente, a grande vantagem desse investimento em Tesouro é sua segurança.

Fundos de investimentos são uma espécie de união de recursos de diversos investidores. Quem investe neles tem seu dinheiro convertido em cotas. Os recursos depositados são, então, aplicados de acordo com uma estratégia e podem variar entre opções conservadoras (como renda fixa), ousadas (como ações) ou um misto delas.

E os fundos de investimentos imobiliários, apesar do nome ser bem parecido, a categoria de investimentos muda totalmente. Isso porque são ativos que compram imóveis ou títulos relacionados ao mercado imobiliário e distribuem seus lucros aos cotistas do fundo. Um pouco mais caro, a maioria das cotas custa entre R$ 100 e R$ 200.

Entretanto, as ações são as menores partes de uma empresa de capital aberto. Quem investe nelas passa a compartilhar os riscos da companhia. Portanto, pode obter rendimentos a partir dos ganhos alcançados pelo eventual bom desempenho que ela apresentar.

Faça parte do melhor grupo de investidores no Telegram: Entrar no Grupo

Siga nossas redes e não fique desatualizado do mercado:

Leia mais

Ações da Dommo (DMMO3) disparam 40% e surpreende investidores

Leonardo Bruno

Taxa de custódia do Tesouro Direto será cobrada na segunda-feira; veja quem paga

Leonardo Bruno

Goldman Sachs diz que ações brasileiras estão baratas, mas há risco

Diogo Albuquerque

Tesouro Nacional lançará título de aposentadoria com renda mensal

Diogo Albuquerque

Qual a Melhor Ação de Seguradora para 2022? Descubra agora!

Leonardo Bruno

Ações Natalinas: Confira as melhores ações para comprar no Natal!

Leonardo Bruno