Guia do Investidor
NEWS APPLE (17)
Notícias

Empresa de Trump estreia na Nasdaq e dispara 50%

Nos siga no Google News

Continua após o anúncio

  • Ações da Trump Media aumentam na Nasdaq enquanto Trump negocia redução de fiança.
  • Trump expressa otimismo sobre o Truth Social durante audiência em tribunal de Nova York.
  • Números de usuários do Truth Social permanecem inferiores aos de outras plataformas sociais.

As ações da Trump Media, empresa controlada pelo ex-presidente americano Donald Trump, estão registrando um aumento impressionante de quase 50% em sua estreia na Nasdaq, sob o ticker DJT (Donald John Trump), na manhã de hoje (26). Inicialmente cotadas a US$ 40, elas rapidamente subiram para US$ 77,67 minutos após a abertura do pregão às 9h50.

Com Trump detendo quase 60% da empresa, que tinha uma avaliação de mercado de cerca de US$ 6,8 bilhões antes do início das negociações, a estimativa, de acordo com analistas do ercado financeiro, é que sua fortuna possa aumentar em cerca de US$ 4 bilhões. Se os ganhos iniciais das ações continuarem, esse valor poderá crescer ainda mais.

A Trump Media substituiu a Digital World na Nasdaq após os acionistas desta última aprovarem a fusão com a empresa de Trump na ultima sexta-feira (22). O acordo também envolveu uma injeção de US$ 300 milhões na Truth Social, rede social controlada pela Trump Media, permitindo que a plataforma continuasse operando.

Leia mais  Mercado eleva para 2,89% projeção de crescimento da economia em 2023  

Antes da fusão, de janeiro a setembro do ano anterior, a empresa do ex-presidente registrou uma perda de US$ 49 milhões, com receitas de apenas US$ 3,4 milhões e despesas com juros de US$ 37,7 milhões.

Os imbróglios de Trump

A fusão com a Digital World e a entrada na bolsa de valores ocorrem em um momento crucial para Trump, pois até ontem (25), ele enfrentava a pressão de pagar US$ 454 milhões (R$ 2,3 bilhões na cotação atual) ao Judiciário de Nova York, relacionado a uma fiança de um caso de fraude civil na cidade. No entanto, ele conseguiu reduzir o valor para US$ 175 milhões e obteve mais prazo para efetuar o pagamento.

Ontem, o ex-chefe de estado marcou presença no tribunal de Nova York para uma audiência sobre o processo criminal. Diante dos repórteres presentes, Trump expressou otimismo em relação ao Truth Social.

Imagine-se navegando em alto mar sem uma bússola. Cada onda representa uma decisão financeira, e sem orientação, é fácil se perder nas correntezas do mercado. É aí que entra a consultoria financeira. Como um farol na escuridão, ela oferece direção clara e segura para alcançar suas metas.

É por isso que o Guia do Investidor orgulhosamente lançou o GDI Finance, com a missão de ser o mapa para o seu sucesso financeiro, mas também para navegar junto ao seu lado. Com anos de experiência, nossos consultores são como capitães experientes, guiando-o pelas águas turbulentas da economia.

Desde a navegação para a aposentadoria tranquila até a jornada para aquisição de bens, o GDI Finance foi criado para simplificar sua trajetória. Com estratégias personalizadas e insights precisos, transformamos desafios em oportunidades e sonhos em realidade.

É hora de aprender a navegar tranquilo por águas turbulentas, alcançaremos horizontes que você nunca imaginou possíveis. Conheça a nossa consultoria financeira hoje mesmo.

“Está indo muito bem. Está quente como uma pistola e indo muito bem.”

Donald Trump em declaração a imprensa americana.

Trump foi condenado por inflar o valor de suas empresas para obter condições de empréstimo favoráveis e outros benefícios. Apesar de afirmar anteriormente que não tinha meios para pagar a quantia, ele agora conseguiu uma redução e uma prorrogação do prazo para quitar a dívida. Além disso, ele está sujeito a uma proibição de seis meses para vender ou usar suas ações como garantia para empréstimos, mas pode solicitar ao conselho da empresa resultante da fusão que renuncie a essa restrição em seu favor.

Leia mais  Faturamento do setor mineral cai 30% no terceiro trimestre

O Truth Social foi lançado em fevereiro de 2022, um ano após Trump ter sido banido das principais plataformas sociais, incluindo Facebook e X (antigo Twitter), após a insurreição de 6 de janeiro no Capitólio dos EUA. Embora tenha sido reintegrado em ambas as plataformas, ele permaneceu no Truth Social.

Apesar de a Trump Media ainda não tenha divulgado os números de usuários do Truth Social, espera-se que isso mude com a empresa sendo listada na bolsa. Porém, de acordo com uma pesquisa da empresa Similarweb, estima-se que o Truth Social contava com cerca de 5 milhões de usuários ativos de dispositivos móveis e da web em fevereiro de 2024, um número significativamente menor em comparação aos mais de 2 bilhões do TikTok e aos 3 bilhões do Facebook.


Leia mais  Covid-19 afeta setor de serviços no Brasil
Nos siga no Google News

DICA: Siga o nosso canal do Telegram para receber rapidamente notícias que impactam o mercado.

Leia mais

Crise econômica no Governo Lula: um caminho sem saída?

Fernando Américo

Setor de serviços e construção civil em alerta com a reforma

Fernando Américo

Inflação sobe 0,21% em junho: veja impacto para consumidor

Fernando Américo

Indústrias gaúchas têm queda de 26,2% em maio, revela IBGE

Agência Brasil

Setor de Serviços fica estável em maio, diz IBGE

Agência Brasil

FMI eleva para 2,5% projeção de médio prazo para o PIB

Agência Brasil

Deixe seu comentário