Guia do Investidor
imagem padrao gdi
Notícias

Empresas chinesas poderão ser excluídas das bolsas americanas

Nos siga no Google News

Continua após o anúncio

De acordo com as atuais notícias, o Governo dos Estados Unidos pretende remover as empresas chinesas da Bolsa de Valores. Desse modo, os investimentos americanos na China seriam reduzidos.

Assim, a guerra comercial entre os dois países ganharia um novo capítulo e isso mexerá com o mercado acionário. Nesse sentido, algumas empresas chinesas já obtiveram quedas em suas ações.

Estados Unidos poderá retirar ações Chinesas da bolsa americana

Conforme já é de conhecimento de todos, os Estados Unidos e a China tem travado uma espécie de guerra comercial. Embora, tenha havido conversas para a busca de uma solução, o impasse continua.

Assim, o Governo dos Estados Unidos pretende retirar as ações chinesas da bolsa americana, diminuindo os investimentos no país. Além disso, são estudadas outras possibilidades diminuir os fundos de pensão americanos.

Desse modo, essa disputa comercial chegaria aos mercados acionários e os investidores devem ficar cientes quanto a isso. Logo após, o anúncio dessa possibilidade, as ações de diversas empresas chinesas desvalorizaram.

Leia mais  Juros do cheque especial caem na Caixa para 4,99%

Pois, são cerca de 156 companhias da China que atuam no mercado de ações dos Estados Unidos. Nesse sentido, somente no mês de fevereiro a capitalização delas chegava a R$ 1,2 trilhões.

Aliás, as ações da Alibaba e da Baidu chegaram a desvalorizar 4% e 2% respectivamente. Além disso, até mesmo a moeda Yuan caiu 0,4% e oscilou aos 0,2% logo depois

Assim, haveria uma diminuição do fluxo de capital externo a China, o que ocorreria devido a essas restrições impostas. Então, o grande objetivo é mostrar que se o país não cooperar com os EUA eles terão dificuldades.

Contudo, poderia haver contestação pelo fato da remoção dessas ações das empresas chinesas e o motivo teria de ser explicado. Dessa maneira a própria bolsa teria de informar o porquê da remoção das ações chinesas. Portanto, resta aguardar o que será decidido pelo país.


Leia mais  Banco digital Revolut está chegando ao Brasil
Nos siga no Google News

DICA: Siga o nosso canal do Telegram para receber rapidamente notícias que impactam o mercado.

Leia mais

Crise econômica no Governo Lula: um caminho sem saída?

Fernando Américo

Eletrobras oferta ações da ISA Cteepe e movimenta R$ 3,5 bi

Paola Rocha Schwartz

Tenda registra aumento de 34% nas vendas líquidas do 2T24

Paola Rocha Schwartz

Direcional (DIRR3) registra aumento de 68% nas vendas no 2T24

Paola Rocha Schwartz

Ação da Ambipar (AMBP3) dispara: o que aconteceu?

Márcia Alves

Deixe seu comentário