Guia do Investidor
Arte: GDI
Notícias

Dividendos Petrobras e Lucro da JBS: Confira o resumo do dia

Nos siga no Google News

Continua após o anúncio

JHSF otimiza caixa com venda de fatias em quatro shoppings

JHSF acaba de anunciar uma operação de venda de participações em quatro de seus shoppings. Isto, resultará em uma injeção significativa de R$ 443 milhões nos recursos financeiros da empresa.

O XP Malls, um fundo especializado em shoppings gerido pela XP, conduziu essa transação. O qual, recentemente obteve sucesso ao captar R$ 1,8 bilhão por meio de uma emissão de cotas.

A JHSF vendeu 8% da participação no “Expansão III do Catarina Fashion Outlet”, uma expansão que aumentou em 21,7 mil metros quadrados a área bruta locável do empreendimento.

Prejuízo consolidado da Natura aumenta 43% no 1º trimestre

A Natura&Co (NTCO3) reportou um prejuízo líquido consolidado de R$ 935,126 milhões no primeiro trimestre de 2024 (1T24). Assim, representando um aumento de 43,39% em comparação com o prejuízo líquido de R$ 652,154 milhões no mesmo período do ano anterior. A Comissão de Valores Mobiliários (CVM) divulgou as informações nesta terça-feira (14).

No primeiro trimestre, o prejuízo líquido atribuído aos acionistas controladores totalizou R$ 934,816 milhões, representando um aumento de 43,28% em relação ao prejuízo líquido atribuído aos acionistas controladores de R$ 652,428 milhões registrado no ano anterior.

Biden eleva tarifas sobre produtos chineses e novas alíquotas

Nesta terça-feira (14), o governo Biden revelou novas alíquotas de imposto de importação para US$ 18 bilhões em produtos chineses. Alegando proteção aos trabalhadores e empresas dos EUA contra as “práticas comerciais desleais da China“.

Imagine-se navegando em alto mar sem uma bússola. Cada onda representa uma decisão financeira, e sem orientação, é fácil se perder nas correntezas do mercado. É aí que entra a consultoria financeira. Como um farol na escuridão, ela oferece direção clara e segura para alcançar suas metas.

É por isso que o Guia do Investidor orgulhosamente lançou o GDI Finance, com a missão de ser o mapa para o seu sucesso financeiro, mas também para navegar junto ao seu lado. Com anos de experiência, nossos consultores são como capitães experientes, guiando-o pelas águas turbulentas da economia.

Desde a navegação para a aposentadoria tranquila até a jornada para aquisição de bens, o GDI Finance foi criado para simplificar sua trajetória. Com estratégias personalizadas e insights precisos, transformamos desafios em oportunidades e sonhos em realidade.

É hora de aprender a navegar tranquilo por águas turbulentas, alcançaremos horizontes que você nunca imaginou possíveis. Conheça a nossa consultoria financeira hoje mesmo.

O governo aumentará as alíquotas para uma variedade de produtos. Incluindo, assim, veículos elétricos, baterias de lítio, semicondutores e painéis solares. Em alguns casos, o governo aumentará essas alíquotas em até quatro vezes, elevando dos atuais 25% para 100%.

Leia mais  Mercado abre em alta, mas perde força com investidores de olho em Lula e commodities.

Aeroporto de Guarulhos terá terminal VIP em parceria com BTG

A partir do segundo semestre, Guarulhos contará com um terminal VIP pioneiro na América Latina, desenvolvido pelo BTG Pactual junto ao terminal 3. Este, com inspiração em aeroportos de Londres, Zurique, Los Angeles e Atlanta.

O terminal, “batizado” com o nome do banco, proporcionará aos passageiros uma experiência diferenciada, permitindo que realizem o check-in, despachem suas bagagens e passem pela imigração e alfândega em um processo separado dos demais terminais, com a expectativa de evitar filas.

Raízen: prejuízo líquido de R$ 178 mi no 4º trimestre fiscal 23/24

No quarto trimestre do ano-fiscal 2023/24, a Raízen (RAIZ4) registrou um prejuízo líquido ajustado de R$ 178 milhões. Revertendo o lucro de R$ 2,52 bilhões do mesmo período na safra anterior. O prejuízo líquido não ajustado, portanto, foi de R$ 879 milhões, comparado ao lucro de R$ 2,663 bilhões do mesmo intervalo em 2022/2023.

A receita líquida da Raízen apresentou uma queda de 2,3% em base anual. Passando de R$ 54,967 bilhões de janeiro a março de 2023 para R$ 53,685 bilhões no mesmo período de 2024.

Quanto ao resultado operacional, medido pelo Ebitda (lucro antes de juros, impostos, depreciação e amortização), registrou R$ 3,686 bilhões, representando uma redução de 37,7% em relação aos R$ 5,913 bilhões do mesmo trimestre do ano anterior, contudo, em valores ajustados.

Petrobras registrou queda de 38% em seu lucro líquido no 1T24

Na segunda-feira (13), a Petrobras registrou lucro líquido de R$ 23,7 bilhões no 1T24, registrando uma queda de 37,9% na base anual e recuo de 23,7% na base sequencial.

As despesas operacionais cresceram 22% em 1 ano, encerrando o último ciclo em R$ 16,2 bilhões. Já a receita total da companhia foi de R$ 117,7 bilhões, uma queda de 15,4% em relação ao 1T23.

De acordo com comunicado, a Petrobras registrou uma queda em sua receita de venda de todos os seus principais produtos, com destaque para gás de cozinha (-22,2%), diesel (-18,8%) e gasolina (-17,3%). A receita total com a venda de derivados de petróleo foi de R$ 69,4 bilhões, obtendo uma redução de 17,4% na comparação com o 1T23.

Petrobras aprova pagamento de dividendos no valor de R$ 13,5

Na noite de segunda-feira (13), o conselho de administração da Petrobras aprovou o pagamento de dividendos e juros sobre capital próprio (JCP) da ordem de R$ 13,5 bilhões relativos ao resultado do 1T24.

Leia mais  Ibovespa em queda na abertura, enquanto B3 e Vale registram alta

De acordo com o anúncio da companhia, o valor a ser pago será de R$ R$ 1,04161205 por ação ordinária e preferencial em circulação. Os dividendos e os Juros sobre Capital Próprio (JCP) serão pagos em duas parcelas, divididas entre os meses de Agosto e Setembro.

Gol reporta prejuízo líquido de R$ 130 milhões no 1T24

Em balanço divulgado nesta terça-feira (14), a Gol registrou um prejuízo líquido recorrente de R$ 130,2 milhões no acumulado do 1T24.

O Ebitda da companhia foi de R$ 1,426 bilhão no 1T24, ante R$ 1,238 bilhão registrados no mesmo período de 2023 (um aumento de 15,2%). Já a receita operacional líquida foi de R$ 4,713 bilhões, sendo 4,2% inferior a igual etapa do ano anterior e 46,8% superior à receita operacional do 1T19.

taxa de ocupação no trimestre foi de 83,1%, obtendo uma queda de 0,02 pontos percentuais. No doméstico, a taxa foi de 82,7% e, no internacional, totalizou 85,6% e o número de passageiros-quilometro transportado pago (RPK) recuou 4,1%, enquanto o total de assento-quilometro ofertado (ASK) caiu 3,9%.

IRB(Re) registra lucro líquido de R$ 79,1 mi no 1T24

Na segunda-feira (13), o IRB(Re), empresa privada de capital aberto, registrou um lucro líquido de R$ 79,1 milhões no 1T deste ano, obtendo um crescimento de quase 10 vezes em relação ao resultado líquido do mesmo período do ano passado.

A empresa reportou um resultado de underwriting positivo em R$ 122,4 milhões, ante resultado positivo de R$ 3,7 milhões no 1T23, que foi decorrente de melhora em praticamente todos os segmentos. Já o resultado de subscrição do IRB(Re) também avançou e fechou o 1T24 positivo em R$ 122,4 milhões, ante R$ 3,7 milhões no 1T23.

Azul aprova recompra de ações de até 1,3 milhão 

Nesta terça-feira (14), a Azul informou que foi aprovado por seu seu conselho de administração, um plano de recompra de até 1,3 milhão de ações preferenciais (PN).

Além disso, a companhia também aprovou um aumento de capital social no montante de R$ 17,9 mil. O capital da Azul sairá dos atuais R$ 2.315.609.982,68 para R$ 2.315.627.892,68.

De acordo com comunicado, a Azul vai emitir três mil ações preferenciais, que irão participar, em igualdade, de condições de todos os benefícios, incluindo, dividendos e eventuais remunerações de capital.

Lucro do Nubank dispara no 1T24

Nesta terça-feira (14), o Nubank reportou um lucro líquido de 379 milhões de dólares no 1T24, valor superior ao lucro de 141,8 milhões de dólares registrado no mesmo período de 2023.

O ROE do banco digital saiu de 11% há um ano e fechou o primeiro trimestre em 23%, e chega a 27% se considerar o resultado ajustado, nos dois casos um dos mais altos do sistema bancário brasileiro. Já o BTG Pactual (BPAC11) fechou o primeiro trimestre com 22,8%. No Itaú (ITUB4), o indicador consolidado ficou em 21%. No caso do banco digital, se for considerar apenas a operação do Brasil, a rentabilidade sobre o patrimônio supera 40%.

Produção da Petrobras fica estável até 2025, diz diretor da estatal

O diretor de Produção e Exploração da Petrobras, Joelson Mendes, confirmou hoje (14), que a produção da empresa permanecerá estável em 2024 e 2025, mantendo os níveis registrados em 2023. Mendes, que já havia indicado anteriormente que o crescimento seria retomado apenas em 2026, reiterou a visão da companhia de uma expansão consistente até o final da década.

Leia mais  Em dia de "carta aos brasileiros", Ibovespa reage e fecha em alta em efeito "Lula"

Apesar de uma queda temporária no primeiro trimestre, atribuída a paradas de manutenção, Mendes expressou otimismo em relação ao desempenho futuro da estatal. Ele destacou que a produção de óleo bruto está alinhada com o planejamento estratégico da empresa até 2028.

Stone supera expectativas no 1º trimestre de 2024

Stone apresentou um desempenho robusto no primeiro trimestre de 2024, superando as expectativas de rentabilidade e crescimento delineadas durante seu Investor Day. Os números divulgados indicam um avanço significativo em várias áreas-chave de negócios.

Segundo matéria publicada hoje pela Bloomberg Línea, o lucro líquido ajustado registrou um aumento impressionante de 90,4% em relação ao mesmo período do ano anterior, atingindo a marca de R$ 450 milhões. Da mesma forma, o lucro antes de impostos (Ebit) e o lucro antes de juros, impostos, depreciação e amortização (Ebitda) ajustados apresentaram crescimento anual, evidenciando uma operação mais rentável e eficiente.

Destaques da Temporada de Dividendos

Durante a temporada de resultados do primeiro trimestre de 2024, a carteira de dividendos “Chuva de Cifrões” da EQI Investimentos viu um desempenho robusto por parte das empresas incluídas. Os números divulgados por algumas das principais holdings na carteira confirmaram as expectativas otimistas dos investidores, destacando uma sólida performance operacional e financeira.

Um dos pontos altos foi a performance dos bancos Itaú (ITUB4) e Banco do Brasil (BBAS3), que reportaram uma expansão considerável nos lucros, juntamente com uma redução significativa na inadimplência e um retorno sobre o patrimônio na casa dos 22,0%. Além disso, ambos os bancos apresentaram níveis de capital robustos, gerando mais caixa do que poderiam reinvestir no próprio negócio. Esta situação levanta a possibilidade de pagamentos extraordinários de remuneração aos acionistas até o final do ano.

Ibovespa fecha com leve alta em meio a cautela do Banco Central

O índice Ibovespa enfrentou um dia de volatilidade, mas conseguiu encerrar o pregão desta sexta-feira (14), com uma leve alta de 0,28%, alcançando os 128.515 pontos. Esse resultado proporcionou um impulso adicional ao desempenho positivo do mês de maio, que acumulou uma valorização de 2,06%. No entanto, no acumulado do ano, o panorama ainda é desafiador, com uma perda de 4,23%.

O Banco Central adotou uma postura cautelosa, o que gerou algum otimismo entre os investidores. A expectativa era de que o BC indicasse uma possível mudança na política monetária, o que poderia influenciar as projeções de inflação e, consequentemente, os juros a longo prazo. No entanto, essas expectativas não se confirmaram.

JBS alcança lucro bilionário e forte crescimento no 1º trimestre

De acordo com publicação do Broadcast Estadão, a JBS encerrou o primeiro trimestre de 2024 com um desempenho impressionante, registrando lucro líquido de R$ 1,646 bilhão. Esse resultado marca uma reviravolta significativa em relação ao mesmo período do ano anterior, quando a empresa havia reportado um prejuízo líquido de R$ 1,453 bilhão.

A receita líquida da JBS também apresentou um crescimento sólido, atingindo R$ 89,147 bilhões, representando um aumento de 2,8% em comparação com o primeiro trimestre de 2023, quando a receita foi de R$ 86,684 bilhões.


Nos siga no Google News

DICA: Siga o nosso canal do Telegram para receber rapidamente notícias que impactam o mercado.

Leia mais

Irresponsabilidade Fiscal no Governo e mais: confira o resumo do dia

Rodrigo Mahbub Santana

IBOV: Yduqs dispara e Suzano cai em dia volátil no mercado

Rodrigo Mahbub Santana

Balde de água fria na Bolsa: entenda o motivo

Márcia Alves

Ibovespa abre com queda seguido por baixas da B3 e Eletrobras

Paola Rocha Schwartz

Déficit do Governo Lula e mais: confira o resumo do dia

Rodrigo Mahbub Santana

Ibovespa abre com baixas, seguindo quedas de ELET3 e aéreas

Paola Rocha Schwartz

Deixe seu comentário